Assine Já
quarta, 27 de outubro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
DURANTE O FERIADÃO

Câmara de Cabo Frio aprova indicação para Prefeitura permitir volta dos ambulantes às praias

Na semana passada, trabalhadores foram recebidos após protestarem na porta do Legislativo

31 agosto 2020 - 17h59Por Rodrigo Branco

Os constantes pedidos de vereadores para que a Prefeitura de Cabo Frio libere a atividade dos vendedores ambulantes nas praias da cidade foram formalizados. A Câmara Municipal aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira (31), uma indicação ao Poder Executivo assinada por todos os parlamentares para que a categoria tenha permissão para trabalhar a partir desta terça (1º) até o próximo dia 7, feriado da Independência.

A indicação é reflexo de um protesto realizado do lado de fora da Casa, durante a última sessão, na terça passada (25), por ambulantes e outras categorias de trabalhadores que ainda não tiveram as atividades incluídas nos decretos de flexibilização econômica publicados pela Prefeitura. Na ocasião, o presidente da Câmara, vereador Luis Geraldo (Republicanos) e um grupo de vereadores recebeu uma comissão formada por representantes do movimento para ouvir as reivindicações.

 Na sessão desta segunda, Luis Geraldo se pronunciou novamente sobre o assunto. O chefe do Legislativo cobrou o mesmo tratamento dado a outros segmentos. Entretanto, a indicação tem  caráter de ‘sugestão’ ao Executivo e, portanto, cabe à Prefeitura publicar decreto que permita a volta dos trabalhadores às areias, que estiveram lotadas neste fim de semana.

Nesta segunda, um documento com pedidos da categoria foi entregue à Prefeitura que, assim como nos demais casos, disse que enviaria as reivindicações ao Ministério Público.

Associação de Hotéis joga a toalha

Se os vendedores ambulantes ainda batalham para conseguir a permissão para atuar durante o feriadão, os hoteleiros já se conformaram, após receber a negativa da Prefeitura de liberar as excursões que já estavam marcadas para o período, conforme a Folha antecipou na última quinta (27). No dia seguinte, a Prefeitura enviou um ofício para formalizar que a proibição de entrada estava mantida, sob a alegação de aumento da taxa de contágio da Covid-19 na cidade.

Em nota enviada pelo Movimento SOS Hotéis de Cabo Frio, assinada pelo presidente da Associação de Hotéis, Carlos Cunha, os empresários se disseram ‘solidários’ com a situação.

“De posse desses números oficiais e gráficos, mesmo sabendo que nossos meios de hospedagem necessitam das excursões para sobreviverem a meses fechados e sem faturamento, os hoteleiros são solidários com nossa população. Obviamente, corremos o risco de alguns hotéis e pousadas não conseguirem ultrapassar mais este revés, porém, acreditamos que vidas humanas são mais importantes que cifras. Inobstante trabalhando estritamente dentro da lei e do disposto nos decretos anteriores, entendemos por concordar com a proibição de entrada dos ônibus neste momento, acreditando que em breve a situação irá melhorar”, diz trecho do comunicado.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.