Assine Já
sábado, 19 de junho de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 43323 Óbitos: 1676
Confirmados Óbitos
Araruama 10701 336
Armação dos Búzios 5202 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11534 622
Iguaba Grande 4461 107
São Pedro da Aldeia 5895 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
Câmara

Câmara aprova realocação de verba

Recursos federais de mais de R$ 4 mi são para esporte e ambiente

07 agosto 2015 - 09h24

Nicia Carvalho

 

Depois de perder o prazo para garantir a vinda de verbas fede­rais para investir na mobilidade urbana, a Câmara de Vereadores de Cabo Frio aprovou por unani­midade ontem, em sessão extra­ordinária, mensagem do gover­no municipal para realocação de recursos da União direcionados exclusivamente ao esporte e ao meio ambiente. Ao todo, pouco mais de R$ 4 milhões vão inte­grar os anexos da Lei Orçamen­tária Anual, Lei de Diretrizes Orcamentárias e o Plano Pluria­nual, todos de exercício 2015. Vale destacar que o orçamento deste ano da Prefeitura é de R$ 800 milhões.

Os vereadores Celso Campis­ta (PSB), Adriano Moreno (PP) e Aquiles Barreto (PT) foram fa­voráveis à mensagem executiva, mas ressaltaram a necessidade de fiscalização na realização da licitação das empresas que exe­cutarão as ações e a devida apli­cação dos recursos.

– A população deve ajudar a fiscalizar estas obras. Não pode­mos perder verbas federais por­que são importantes para o mu­nicípio – destacou Adriano.

Campista e Aquiles justifica­ram voto afirmando, respectiva­mente, que os recursos devem ser direcionados ao escopo da proposta e que “a fiscalização será feita” e que “as empresas que participarem da licitação se­rão investigadas”.

O Projeto de Lei 087/2015 prevê reforma e ampliação do Ginásio Poliesportivo Vivaldo Barreto (R$ 583 mil) e constru­ção do Centro de Iniciação ao Esporte (R$ 3 milhões), ambos no Jardim Esperança. Em rela­ção ao meio ambientes as ações se referem a cercamento placas educativas e recuperação de co­bertura vegetal (R$ 500 mil), Parque Mico Leão Dourado (R$ 10 mil), em Tamoios. Há ainda investimentos na contrução de uma Praça da Dignidade, tam­bém no segundo distrito.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta (7)