Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8374 Óbitos: 431
Confirmados Óbitos
Araruama 1653 103
Armação dos Búzios 495 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
Loa 2016

Cabo Frio: Orçamento 2016 é aprovado

Valor estimado em R$ 863 milhões passa pelo crivo dos vereadores

13 janeiro 2016 - 09h59

Depois de muita expectativa sobre a votação do orçamento 2016, finalmente o documento foi aprovado ontem, por unani- midade, na Câmara Municipal de Vereadores de Cabo Frio no valor estimado de R$ 863 milhões. A proposta original enviada à Casa pelo prefeito Alair Corrêa (PP) recebeu quatorze emendas aditivas, de autoria do vereador Celso Campista, todas aprovadas por unanimidade.

O orçamento recebeu, ainda, uma emenda substitutiva (que não foi apreciada devido à ausência do vereador proponente Taylor Jasmim, do PRB) e três modificativas – sendo duas de Adriano Moreno (Rede) e uma de Aquiles Barreto (SD). 

Além do orçamento, o projeto de emenda que altera o parágrafo oitavo do artigo 124 da Lei Orgânica Municipal foi aprovado em 2ª votação por 12 votos favoráveis e dois contrários. A nova redação do texto limita em 10% o percentual do orçamento que o prefeito pode suplementar sem que precise de autorização prévia da Câmara. Pelo texto anterior, o limite era de até metade, ou seja, 50% do orçamento.

– Era um valor muito alto para o prefeito mudar de uma pasta para outra, caso fosse preciso, sem discutir com os vereadores e com a sociedade. E não pode ser assim – defendeu o vereador Aquiles na hora de justificar a proposição da emenda, que foi feita de forma coletiva com mais onze vereadores.

Além de Aquiles, votaram a favor da alteração para limite de 10% os vereadores Rodolfo Machado (PPS), Zé Ricardo (PMDB), Luis Geraldo (PPS), Eduardo Kita (PT), Emanoel Fernandes (Pros), Braz Enfer- meiro (PMDB), Vanderlei Bento (PSDB), Jefferson Vidal (PSC), Ricardo Martins (PSC), Fred Araújo (PDT), Celso Campista (PSB) e Adriano Moreno (Rede). Votaram contra Vinícius e Paulo Henrique Corrêa (PP) – ambos sobrinhos do prefeito Alair Corrêa, de mesmo partido.