Assine Já
domingo, 26 de setembro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
FPM

Cabo Frio fica sem Fundo de Participação dos Municípios

Prefeitura não deu informações sobre Saúde e repasse foi bloqueado

06 abril 2016 - 10h27Por Gabriel Tinoco
Cabo Frio fica sem Fundo de Participação dos Municípios

Pela relação do Siafi, Cabo Frio é uma das cidades que teve o dinheiro bloqueado (Reprodução de internet)

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) está bloqueado para Cabo Frio desde o dia 13 de março deste ano. O governo não prestou as informações necessárias sobre o dinheiro investido na Saúde no último bimestre – portanto, o repasse à Prefeitura permanecerá inviabilizado enquanto não forem oferecidos os dados necessários ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos de Saúde (Siops).

O bloqueio do repasse já representa ao município um prejuízo de R$ 1.786.690,01. As previsões da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) apontam que o próximo depósito do fundo será realizado nesta sexta-feira.

De acordo com informações do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federa (Siafi), Cabo Frio está com o fundo bloqueado tanto pelo Ministério do Planejamento quanto pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

Também estão com o Fundo de Participação dos Municípios bloqueados várias cidades do Estado do Rio de Janeiro. Entre elas, estão São João de Meriti, Cachoeiras de Macacu, Duque de Caxias e Belford Roxo.

Um dos setores que mais sofrem com a crise econômica do Governo Municipal é justamente a Saúde, com o fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Burle e a falta de remédios e equipamentos nas unidades. O Hospital do Jardim Esperança teve os atendimentos suspensos recentemente.

A Prefeitura de Cabo Frio informou que a verba bloqueada do Fundo de Participação dos Municípios está sob sistematização de recebimento de informações de ações burocráticas para liberação. Após averiguação do FPM, a verba deverá ser liberada e o município receberá o saldo.

(*) Leia a matéria na íntegra na edição impressa da Folha dos Lagos desta quarta-feira.