Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 23 541 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Disputa por aliados aumenta e definições ganham corpo só após Carnaval

05 fevereiro 2016 - 09h49
Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Rodrigo Branco

Oficialmente, o Carnaval só começa amanhã, mas alguns dos principais pré-candidatos à Prefeitura de Cabo Frio já colocaram o bloco na rua desde o fim do ano passado em busca de alianças visando às eleições de outubro. Com a popularidade em baixa e vendo a sua base sangrar, principalmente após a última reforma administrativa, que cortou uma série de cargos no governo, o prefeito Alair Corrêa, por ora candidato à reeleição, assiste a uma disputa intensa por parte de seus principais adversários: o deputado federal Marquinho Mendes e o deputado estadual Janio Mendes (PDT).

Um dos principais pivôs da disputa é o PSD, que acaba de substituir o presidente do diretório municipal. Rodrigo Siqueira, considerado próximo de Janio, substituiu Rodolfo Leite, ligado a Marquinho. Dado como certo pelo peemedebista, o acordo foi negado de forma veemente por Siqueira. Segundo ele, uma aliança com Marquinho ou com o atual prefeito está descartada.

– Não há possibilidade alguma (de apoio). O atual governo se encontra instalado na cidade há 20 anos. Estamos em um novo momento, com um novo projeto e quem tiver disposto ao podiálogo, estamos prontos para conversar. Ele pode dizer o que quiser, mas quem elegeu para trabalhar o meu deputado (Sérgio Zveiter) fui eu e não ele – afirmou Siqueira, irritado com os rumores que a sigla já teria fechado com o ex-prefeito.

Por sua vez, Marquinho dá como certo o acordo com a legenda, bem como garante já ter fechado o apoio do PPS, SD, PTB. Ele disse ainda estar em conversas com o DEM e o PSB. Ao saber das declarações de Rodrigo Siqueira, Marquinho também elevou o tom.

– Ele é o dono do partido? Vou conversar com quem não tem voto, com presidente municipal? Tratei em cima (direção estadual), com quem tem importância: o deputado Índio da Costa, o deputado Sérgio Zveiter e o (secretário estadual do Ambiente) André Corrêa. Aguarde para ver com quem o PSD vai ficar – desafiou o parlamentar.

Questionado, Janio preferiu não polemizar, mas garantiu que PSD e PDT caminham juntos. 

– Quem responde pelo PSD é o seu presidente que foi nomeado e tem todo o respaldo. Marquinho responde pelas suas articulações e eu respeito – disse Janio que disse já ter apoio também do PSDC e do PSL.

*Outras informações na edição impressa da Folha desta sexta-feira (05).