Assine Já
quarta, 30 de setembro de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8438 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1675 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 256 15
Cabo Frio 2775 149
Iguaba Grande 699 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Disputa por aliados aumenta e definições ganham corpo só após Carnaval

05 fevereiro 2016 - 09h49
Cabo de guerra por siglas esquenta em Cabo Frio

Rodrigo Branco

Oficialmente, o Carnaval só começa amanhã, mas alguns dos principais pré-candidatos à Prefeitura de Cabo Frio já colocaram o bloco na rua desde o fim do ano passado em busca de alianças visando às eleições de outubro. Com a popularidade em baixa e vendo a sua base sangrar, principalmente após a última reforma administrativa, que cortou uma série de cargos no governo, o prefeito Alair Corrêa, por ora candidato à reeleição, assiste a uma disputa intensa por parte de seus principais adversários: o deputado federal Marquinho Mendes e o deputado estadual Janio Mendes (PDT).

Um dos principais pivôs da disputa é o PSD, que acaba de substituir o presidente do diretório municipal. Rodrigo Siqueira, considerado próximo de Janio, substituiu Rodolfo Leite, ligado a Marquinho. Dado como certo pelo peemedebista, o acordo foi negado de forma veemente por Siqueira. Segundo ele, uma aliança com Marquinho ou com o atual prefeito está descartada.

– Não há possibilidade alguma (de apoio). O atual governo se encontra instalado na cidade há 20 anos. Estamos em um novo momento, com um novo projeto e quem tiver disposto ao podiálogo, estamos prontos para conversar. Ele pode dizer o que quiser, mas quem elegeu para trabalhar o meu deputado (Sérgio Zveiter) fui eu e não ele – afirmou Siqueira, irritado com os rumores que a sigla já teria fechado com o ex-prefeito.

Por sua vez, Marquinho dá como certo o acordo com a legenda, bem como garante já ter fechado o apoio do PPS, SD, PTB. Ele disse ainda estar em conversas com o DEM e o PSB. Ao saber das declarações de Rodrigo Siqueira, Marquinho também elevou o tom.

– Ele é o dono do partido? Vou conversar com quem não tem voto, com presidente municipal? Tratei em cima (direção estadual), com quem tem importância: o deputado Índio da Costa, o deputado Sérgio Zveiter e o (secretário estadual do Ambiente) André Corrêa. Aguarde para ver com quem o PSD vai ficar – desafiou o parlamentar.

Questionado, Janio preferiu não polemizar, mas garantiu que PSD e PDT caminham juntos. 

– Quem responde pelo PSD é o seu presidente que foi nomeado e tem todo o respaldo. Marquinho responde pelas suas articulações e eu respeito – disse Janio que disse já ter apoio também do PSDC e do PSL.

*Outras informações na edição impressa da Folha desta sexta-feira (05).