Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 38094 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9614 300
Armação dos Búzios 4695 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5248 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
Política

Búzios terá orçamento de R$ 300 milhões em 2020

Valor é 24% maior do que a previsão de receitas e despesas deste ano 

21 outubro 2019 - 21h38Por Rodrigo Branco
Búzios terá orçamento de R$ 300 milhões em 2020

Com a chegada do fim do ano, os municípios fazem o planejamento de quanto pretendem gastar em 2020. Depois de Cabo Frio, hoje é a vez da Câmara de Búzios colocar em pauta o projeto de lei ordinária do Poder Executivo que prevê as receitas e as despesas para o ano que vem. No caso do balneário, apesar do apregoado cenário de crise, a estimativa de orçamento municipal enviado ao Legislativo é de R$ 300.981.774,88. O valor é 24% maior do que a previsão de receitas e despesas para este ano, que é de R$ 242.578.866,70.

A mensagem enviado pelo governo pede à Câmara a apreciação e a votação da proposta em regime de urgência. De acordo com o Executivo, a receita será realizada mediante a arrecadação de tributos, rendas, transferências e outras receitas correntes e de capital. Pela previsão feita pelos técnicos do governo, serão arrecadados R$ 73,2 milhões com impostos e taxas; R$ 12,8 milhões com receitas de contribuições e R$ 8,4 milhões em receita patrimonial.

No campo das despesas correntes, estão previstos gastos de R$ 146,5 milhões com a folha de pessoal; R$ 400 mil com juros e encargos da dívida e R$ 113 milhões com outras despesas correntes. As despesas de capital somam R$ 28,2 milhões e para a amortização da dívida pública serão separados R$ 6,1 milhões. Também está prevista uma reserva de contingência, espécie de ‘colchão de verba’ para o caso de emergência financeira, de R$ 12,4 milhões.

Entre os setores da prefeitura, o que terá maior orçamento é a Secretaria de Saúde, para a qual foram destinados R$ 65,9 milhões. A rede municipal de Educação vem em seguida, com dotação de R$ 64,8 milhões; seguida de perto pelo setor administrativo, responsável pela máquina girara, que terá à disposição R$ 64,5 milhões. Projetos de urbanismo vão consumir R$ 41,6 milhões, enquanto os de Assistência Social terão R$ 4,3 milhões disponíveis. 

Um dos pontos que promete render polêmica durante a discussão do orçamento no Legislativo está no artigo 8º do projeto de lei, que trata das suplementações orçamentárias. De acordo com o texto original, o Poder Executivo poderá abrir créditos suplementares de até 40% dentro do orçamento. 

O tema rende muita controvérsia já neste ano. O Poder Executivo tenta aprovar três projetos de leis que visam a fazer suplementações da ordem de R$ 14 milhões no orçamento municipal de Búzios para atender despesas com folha de pagamento. 
O assunto foi discutido em reunião na sala de comissões na semana passada por vários parlamentares. Os projetos de lei (PL69/2019, PL70/2019 e PL71/2019) estão sendo analisados na Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.