Assine Já
segunda, 20 de setembro de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 50688 Óbitos: 2057
Confirmados Óbitos
Araruama 12158 430
Armação dos Búzios 6182 64
Arraial do Cabo 1680 90
Cabo Frio 14015 822
Iguaba Grande 5355 134
São Pedro da Aldeia 6830 284
Saquarema 4468 233
Últimas notícias sobre a COVID-19
Presidência

Aquiles deve ser eleito presidente da Câmara

Base de Marquinho se fecha, mas vereador do Solidariedade prega cautela

30 dezembro 2016 - 16h16Por Rodrigo Branco | Arquivo Folha
Aquiles deve ser eleito presidente da Câmara

Antes mesmo da posse do prefeito eleito Marquinho Mendes (PMDB), a manhã deste domingo já reserva uma decisão essencial para o futuro próximo da cidade, afinal, antes da cerimônia, será eleito o presidente da Câmara Municipal pelos próximos dois anos.

Afilhado político de Marquinho, Aquiles Barreto (SD) larga como franco favorito e, a princípio, tem o apoio dos outros 12 vereadores da base aliada. De acordo com a costura feita nas últimas semanas, além de Aquiles como presidente, a Mesa Diretora teria Jefferson Vidal (PSC), como vice; e Luis Geraldo Simas (PRB), como primeiro secretário. Ambos haviam manifestado interesse em concorrer com Aquiles, mas o grupo preferiu evitar disputas internas. O vereador do Solidariedade admitiu as conversas nos bastidores, mas não quer saber de clima de ‘já ganhou’.

– Existe o entendimento em torno do meu nome, mas a votação é individual, aberta e cada um deve votar do jeito que achar melhor. A eleição começa domingo, às 10h, e só acaba no último voto – disse Aquiles, cauteloso.

Com discurso afinado, Luis Geraldo pregou a união do bloco governista e negou que haja acordo para que ele assuma a Presidência da Casa em 2019. – Comecei a perceber que a disputa pela Presidência estava causando desunião no próprio governo, mas não há acordo para o próximo biênio. Isso tem que ser construído nos próximos dois anos – pondera.

Além de Aquiles, também estão na disputa, mas correndo por fora, o atual vice-presidente da Casa Vanderlei Bento (PMB) e o vereador estreante Rafael Peçanha (PDT).