Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
emendas parlamentares

Apesar de cortes da União, Renatinho espera por emendas

Prefeito de Arraial está confiante que cidade receberá os R$ 7,5 milhões prometidos por parlamentares

04 abril 2017 - 12h10Por Texto: Rodrigo Branco | Foto: Arquivo Folha
Apesar de cortes da União, Renatinho espera por emendas

O anúncio de que o Governo Federal cortará do orçamento R$ 2,3 bilhões em emendas parlamentares, conforme noticiado pela Folha no último sábado (1º), pode ter reflexos na Região dos Lagos, mais precisamente em Arraial do Cabo e Búzios que, juntos, conseguiram recentemente R$ 11,5 milhões em indicações de deputados e senadores. Entretanto, no município cabista, o discurso ainda é de tranquilidade. Segundo o prefeito Renatinho Vianna (PRB), a equipe de governo trabalha para o município não perca sequer um centavo dos R$ 7,5 milhões que conseguiu nas recentes visitas a Brasília.

– Temos uma equipe direcionada para isso, para colocar os dados no sistema e cumprir os prazos. O município estava irregular com o Cauc (Cadastro Único de Convênios). Estamos muito otimistas que vamos receber essas emendas e, em outubro, mais emendas – acredita o prefeito.

Segundo Renatinho, a verba é fundamental para as áreas de Saúde e Educação. Parte dos recursos também será usada em saneamento básico, sobretudo no distrito de Monte Alto, que já tinha recebido obras de urbanização no ano passado. A maior parte do dinheiro – R$ 3 milhões – foi obtida junto ao senador Eduardo Lopes, do mesmo PRB de Renatinho. O lobby político na Capital Federal também rendeu emendas dos deputados Marcelo Delaroli (PR), Cabo Daciolo (PEN), Alessandro Molon (Rede) e Índio da Costa (PSD).

Para Búzios foram prometidos R$ 4 milhões, sendo a metade por meio de emendas do então deputado e hoje prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB), e o restante do deputado Simão Sessim (PP). Segundo a intenção do prefeito André Granado (PMDB), a verba será empregada nas obras de melhoria da Avenida José Bento Ribeiro Dantas, a principal da cidade. Com o contingenciamento (bloqueio provisório) estabelecido pela União, parte desses recursos podem não chegar. Procurada, a Prefeitura de Búzios não comentou o assunto até o fechamento desta edição.

O corte de R$ 2,3 bilhões corresponde a 26,4% das emendas de execução obrigatória e integra o contingenciamento geral de R$ 42,1 bilhões que será feito pelo Governo Federal nas despesas deste ano.