terça, 18 de junho de 2024
terça, 18 de junho de 2024
Cabo Frio
21°C
Park lagos
Park Lagos 2
BÚZIOS DE LUTO

Aos 73 anos, morre o ex-prefeito de Búzios, Toninho Branco

Ele sofria de Alzheimer e estava internado no Hospital Rodolpho Perissé por conta de uma pneumonia

04 janeiro 2024 - 10h27Por Redação
Aos 73 anos, morre o ex-prefeito de Búzios, Toninho Branco

Morreu nesta quinta-feira (4), aos 73 anos, o ex-prefeito de Búzios Toninho Branco. Desde terça-feira (2) ele estava no Hospital Municipal Rodolpho Perissé por conta de uma pneumonia, e nos últimos anos enfrentava os desafios do Alzheimer. O velório acontece na Igreja Metodista Wesleyana, e o sepultamento será no fim do dia no cemitério de Sant’Anna, no bairro Ossos. Toninho foi prefeito da cidade entre 2005 e 2008. Também foi vereador em Cabo Frio e participou ativamente da emancipação de Búzios. A prefeitura buziana decretou luto oficial de três dias “em homenagem por suas contribuições ao município”.

Natural de Manguinhos, quando Buzios ainda era distrito de Cabo Frio, Toninho Branco tinha seis filhos, e muito antes da política atuou como pescador. A notícia da morte dele causou enorme comoção no balneário, inclusive entre adversários políticos, como é o caso do ex-prefeito de Búzios, Mirinho Braga.

– Eu e Toninho vivemos momentos de grandes disputas políticas que vão permear por muito tempo a história de nossa cidade. Em 2013 nos reencontramos em um café da manhã na casa de um amigo comum. Conversamos por longo tempo, rimos das histórias por muitas vezes mal contadas, falamos sobre a solidão que o poder pode impor, gargalhamos sobre as brigas que a política nos deu. Quando ele já estava doente, fui visitá-lo e senti sua alegria em me receber. Que Deus conforte com muita paz sua família, seus filhos e netos - escreveu Mirinho nas redes sociais.

Familiares e amigos também prestaram homenagens. Rejane Branco Cunha agradeceu a Deus “por ter me escolhido ser filha desse adorável homem”. Luiz Romano Lorenzi, que foi secretário no governo de Toninho, deixou sua “eterna gratidão por ter sido o primeiro político a me convidar para conversar sobre Cultura, e o primeiro a me dar a oportunidade de participar da administração pública como Secretário de Cultura, Turismo e Esporte”.