Assine Já
quinta, 24 de junho de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43614 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4486 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
andinho

Andinho nega cassação de mandato

Advogado do prefeito de Arraial do Cabo demonstra otimismo em manter o político no cargo

23 maio 2016 - 10h10Por Gabriel Tinoco

Wanderson de Brito, o Andi­nho (PMDB), continua prefeito de Arraial do Cabo. Foi ele mes­mo, em tom de surpresa e debo­che, quem garantiu isso à Folha dos Lagos no início da noite de ontem. A informação circulou na internet ontem, mas foi re­chaçada pelo prefeito e também pelo advogado dele, Jorge dos Santos Júnior, o Kiko Jorge.

No entanto, o processo con­tra o prefeito existe – número 33175.2012.619.0146 –, refe­rente à distribuição de carnês de IPTU em período eleitoral nas localidades dos distritos de Monte Alto e Figueira.

O prefeito e o advogado fo­ram procurados pela Folha. “Não existe nada disso, não teve julgamento’, comentou o prefeito.

Andinho. O advogado Kiko Jorge sustentou a mesma opi­nião do prefeito, esclarecendo que ‘ninguém é cassado através de agravo regimental’.

– Neste agravo não se discute a cassação. Discute somente a ti­tularidade do relator do processo – disse o advogado

O prefeito Andinho foi ain­da mais adiante, garantindo que não houve a decisão pelo afas­tamento, nem haverá qualquer outra decisão desfavorável.

– Observa-se a intenção de dar informações infundadas para ge­rar desconforto na cidade. Estou tranquilo, não tem nada – disse Andinho.

O advogado do prefeito, por sua vez, sustentou que, de fato, no dia nove último o TSE negou, por unanimidade, provimento ao agravo regimental, nos termos da relatora, a ministra Luciana Lóssio.

Por fim, o advogado esclare­ceu: “Houve uma cassação em primeira instância. Em segunda instância ele foi absolvido, mas não houve nenhuma decisão de mérito. Não cabe falar nem em recurso nessa hora. Deveremos aguardar o julgamento ainda. Estamos muito confiantes. O di­reito do prefeito nesse processo é muito bom”, concluiu.