Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8099 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 487 10
Arraial do Cabo 248 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Alair

Alair volta de Brasília sem acordo por empréstimo e dispara contra o Sepe

Prefeito fala em demissões e fim do Cartão Dignidade

28 junho 2016 - 12h15Por Redação
Alair volta de Brasília sem acordo por empréstimo e dispara contra o Sepe

O prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), não foi bem-sucedido em sua nova tentativa de ficar mais perto do empréstimo de R$ 200 milhões. Em postagem no seu perfil do Facebook, ao voltar de Brasília, o prefeito anunciou que não conseguiu chegar a um acordo com os executivos do Banco do Brasil para retirar a exigência de colocar como garantia da negociação recursos próprios da prefeitura, como impostos municipais. 

Frustrado com o desfecho, Alair não poupou o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe) a quem culpou pelo fato do dinheiro não entrar nos cofres do município. Segundo ele, isso aconteceu por causa da pressão feita pelos sindicalistas sobre os vereadores. Ele ainda responsabilizou o sindicato pelo que chamou de "remédio amargo", ou seja, novas demissões e cortes que estão por vir, inclusive do Cartão Dignidade, que não deverá ser mais aceito depois do dia 3.

"Enfatizo que, se ainda não temos esse dinheiro, a culpa é exclusiva do pessoal do SEPE que invadiu Câmara como vândalos., claro com apoio dos vereadores de oposição. Os demais vereadores ficaram receosos com as ofensas morais e gritos dos diretores do SEPE. Agora, sem o empréstimo que salvaria a cidade, os representantes dos sindicatos tornam-se culpados por demissões e por cortes de benefícios que a população venha a sofrer a partir de agora.", postou o prefeito.

Confira a matéria completa na edição desta quarta-feira da Folha dos Lagos.