Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8099 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 487 10
Arraial do Cabo 248 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
alair corrêa

​Alair vai à Câmara de Cabo Frio e adota o tom do otimismo

Prefeito afirma que dinheiro de empréstimo está prestes a chegar

23 março 2016 - 09h36Por Nicia Carvalho
​Alair vai à Câmara de Cabo Frio e adota o tom do otimismo

O prefeito Alair Corrêa (PP) se mostrou otimista, ontem, na Câmara, sobre a liberação do empréstimo de R$ 300 milhões, referente às perdas com o repasse dos royalties de petróleo.

– O dinheiro está para chegar e salvar nossa terra – afirmou.

Segundo ele, os recursos já teriam sido aprovados no Senado Federal, no Ministério da Fazenda, no Tesouro Nacional, no Conselho Nacional Monetário e no Banco do Brasil. Ele afirmou ainda que, entre as primeiras medidas, caso a verba seja liberada, estão colocar a folha em dia, pagar o Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (Ibascaf) e pagar empresários de limpeza, caminhoneiros e de maquinário.

– Vamos pagar as pessoas que a gente deve e só vamos pensar em algum investimento na cidade depois que todas as contas estiverem em dia – disse.

Alair agradeceu pela moção de aplausos proposta pelo vereador Emanoel Fernandes (PRP) para o senador Marcelo Crivella (PRB), que “tem colaborado para que o município consiga o empréstimo”. Ele também enumerou as dificuldades financeiras, em especial por conta da folha de pagamentos devido ao Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR).

– Esse parlamentar esteve ao lado dos prefeitos em Brasília, e sabe que o momento é de muita dificuldade. Colocamos todas as contas para ele. Inclusive digo que logo depois de receber o valor, que possamos recebê-lo na Câmara mais uma vez para agradecer pelo o que está fazendo por Cabo Frio.

PCCR na berlinda – Em todo o discurso, Alair destacou o inchaço da folha de pagamentos, que chegou a chamar de “folha de Marquinho”, por conta do PCCR. De acordo com o prefeito, a folha pulou de R$ 21 milhões para R$ 31,5 milhões. Alair também elencou o aumento da arrecadação dos royalties, a partir de 2004, especialmente dos valores trimestrais, e a queda brusca que diversas cidades vem enfrentando há cerca de dois anos. Destacou também as dificuldades financeiras do Estado, que teriam, inclusive, causado a internação do governador Luiz Fernando Pezão.

– A Prefeitura de Cabo Frio passou a perder mais de R$ 200 milhões. Pezão está há sete dias internado porque não aguenta a situação econômica do estado. Pedimos, imploramos, mas não conseguimos um centavo, nem de empréstimo nem de doação de ninguém. Pezão no leito conseguiu R$ 13 bilhões e 500 milhões e ainda está doente porque não consegue pagar as contas.