Assine Já
segunda, 06 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
21ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53752 Óbitos: 2196
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6589 73
Arraial do Cabo 1755 93
Cabo Frio 15618 902
Iguaba Grande 5581 147
São Pedro da Aldeia 7054 290
Saquarema 4655 243
Últimas notícias sobre a COVID-19
CRISE DO PETRÓLEO

Adriano fala em 'medidas amargas' por causa de possível queda dos royalties

Prefeito de Cabo Frio disse que 'situação preocupante' o levou a montar gabinete de crise

11 março 2020 - 10h41Por Rodrigo Branco

A apreensão quanto a uma possível perda de receita dos royalties, em função da crise  internacional do petróleo chegou aos corredores da Prefeitura de Cabo Frio. O prefeito Adriano Moreno (DEM) falou com exclusividade para a Folha que já foi montado um gabinete de crise com vários secretários para estudar medidas de austeridade. 

Adriano não quis comentar se haverá exonerações, mas falou em ‘medidas amargas’ para tentar controlar as finanças municipais. O prefeito também manifestou preocupação com o julgamento sobre a partilha dos royalties, marcado para o mês que vem, no Supremo Tribunal Federal (STF).

– Nós estamos muito preocupados com essa crise internacional do petróleo que pode levar Cabo Frio a sofrer mais um baque, mas nós já estamos com um gabinete de crise, estudando medidas que vamos tomar que são amargas. Mas que precisam ser tomadas para que a gente não caia em situações semelhantes a do passado. Infelizmente, às vezes, temos que dar um remédio amargo para salvar o paciente – afirmou o prefeito, após a entrega de um novo aparelho de ultrassom no Centro de Saúde Oswaldo Cruz, no Braga.

Questionado sobre as condições financeiras do município, Adriano disse que a arrecadação própria de fevereiro foi muito abaixo do que a do mesmo mês do ano passado. Segundo ele, o fato levou a Prefeitura a parcelar o pagamento dos servidores, apesar da expectativa ser oposta.

– A arrecadação própria caiu assustadoramente em relação ao ano passado, em torno de R$ 30 milhões. Está na Secretaria de Fazenda, não temos que esconder nada para ninguém. Infelizmente, tivemos que fracionar devido a esse problema da arrecadação, que caiu demais – disse o prefeito, que foi acompanhado pelo secretário de Saúde, Iranildo Campos, na solenidade.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.