Assine Já
sábado, 24 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9419 Óbitos: 486
Confirmados Óbitos
Araruama 1914 111
Armação dos Búzios 582 10
Arraial do Cabo 298 15
Cabo Frio 3084 168
Iguaba Grande 826 38
São Pedro da Aldeia 1456 71
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
Vítima

Vítima alerta para roubo de carro nas Palmeiras

Veículo foi levado das imediações do shopping e deixado em supermercado

05 agosto 2015 - 09h50

Nicia Carvalho

 

Depois de dois dias de apren­são e incerteza, o jornalista Léo Borges recuperou o Palio prata que havia sido roubado na últi­ma sexta-feira, nas imediações do shopping Park Lagos, nas Palmeiras, em Cabo Frio. Ele havia chegado ao local com a namorada por volta das 17h e, ao sair, não encontrou o veículo.

Segundo informações, têm sido recorrentes os assaltos nas vias próximas ao shopping, principalmente na Rua Coronel Ferreira, na lateral do estabeleci­mento, e que segue até a Aveni­da Henrique Terra, no Portinho. No entanto, se sorte ou acaso, um conhecido do jornalista avis­tou o carro no estacionamento de um supermercado, ao lado do Terminal Rodoviário Alexis Novelino, e o avisou. Segundo Léo, a artimanha dos criminosos surpreendeu.

– Os sentimentos foram di­versos por encontrar o carro. Alívio, gratidão, alegria. Quan­do cheguei ao estacionamento estava tremendo, achando que o bandido seria recepcionado sendo preso(ele foi ao local com um amigo policial), mas não ha­via ninguém lá. E descobri pelos policiais que esta é uma prática comum em roubos de carros – contou o jornalista.

Segundo ele, os policiais que fizeram a ocorrência informa­ram que os bandidos roubam carros populares para fazer des­manche e que deixam o veículo por três dias em estacionamento para descobrir se há rastreador. A medida é para impedir que o local do desmanche seja desco­berto pela polícia.

– Um amigo me alertou pra outra coisa que acredito que te­nha acontecido. Quando eu es­tava no shopping, alguém estava me seguindo, me vigiando. Caso eu voltasse rápido pro carro o ladrão seria alertado antes e fu­giria. É uma boa hipótese mes­mo – escreveu ontem na página pessoal no facebook.

Ele contou ainda que, ao en­contrar o carro, todos os perten­centes estavam intocados, mas que o bandidos haviam levado o documento do carro, o estepe, macaco, triângulo e o extintor de incêndio. Também danificaram o miolo da maçaneta da porta do motorista e da da ignição, além de terem aberto o capô do car­ro e desconectado a central para evitar que o carro funcionasse.