Assine Já
sábado, 15 de agosto de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 5271 Óbitos: 305
Confirmados Óbitos
Araruama 846 62
Armação dos Búzios 388 9
Arraial do Cabo 132 12
Cabo Frio 1751 100
Iguaba Grande 427 26
São Pedro da Aldeia 796 44
Saquarema 931 52
Últimas notícias sobre a COVID-19
Vítima

Vítima alerta para roubo de carro nas Palmeiras

Veículo foi levado das imediações do shopping e deixado em supermercado

05 agosto 2015 - 09h50

Nicia Carvalho

 

Depois de dois dias de apren­são e incerteza, o jornalista Léo Borges recuperou o Palio prata que havia sido roubado na últi­ma sexta-feira, nas imediações do shopping Park Lagos, nas Palmeiras, em Cabo Frio. Ele havia chegado ao local com a namorada por volta das 17h e, ao sair, não encontrou o veículo.

Segundo informações, têm sido recorrentes os assaltos nas vias próximas ao shopping, principalmente na Rua Coronel Ferreira, na lateral do estabeleci­mento, e que segue até a Aveni­da Henrique Terra, no Portinho. No entanto, se sorte ou acaso, um conhecido do jornalista avis­tou o carro no estacionamento de um supermercado, ao lado do Terminal Rodoviário Alexis Novelino, e o avisou. Segundo Léo, a artimanha dos criminosos surpreendeu.

– Os sentimentos foram di­versos por encontrar o carro. Alívio, gratidão, alegria. Quan­do cheguei ao estacionamento estava tremendo, achando que o bandido seria recepcionado sendo preso(ele foi ao local com um amigo policial), mas não ha­via ninguém lá. E descobri pelos policiais que esta é uma prática comum em roubos de carros – contou o jornalista.

Segundo ele, os policiais que fizeram a ocorrência informa­ram que os bandidos roubam carros populares para fazer des­manche e que deixam o veículo por três dias em estacionamento para descobrir se há rastreador. A medida é para impedir que o local do desmanche seja desco­berto pela polícia.

– Um amigo me alertou pra outra coisa que acredito que te­nha acontecido. Quando eu es­tava no shopping, alguém estava me seguindo, me vigiando. Caso eu voltasse rápido pro carro o ladrão seria alertado antes e fu­giria. É uma boa hipótese mes­mo – escreveu ontem na página pessoal no facebook.

Ele contou ainda que, ao en­contrar o carro, todos os perten­centes estavam intocados, mas que o bandidos haviam levado o documento do carro, o estepe, macaco, triângulo e o extintor de incêndio. Também danificaram o miolo da maçaneta da porta do motorista e da da ignição, além de terem aberto o capô do car­ro e desconectado a central para evitar que o carro funcionasse.