Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
trajano

Segundo suspeito de matar Trajano é preso

Maxwell Andrade Silva, 20, foi detido no Jardim Caiçara, em Cabo Frio

27 novembro 2016 - 11h31Por Gabriel Tinoco
Segundo suspeito de matar Trajano é preso

A Polícia Militar prendeu o segundo suspeito de participar do assassinato do professor Trajano. A detenção de Maxwell de Andrade Silva, 20, aconteceu na noite da última quarta-feira, por volta das 20h, no bairro Jardim Caiçara, em Cabo Frio. O suspeito foi abordado na Rua Roberto Silveira e já tinha um mandado de prisão contra ele.

O homicídio do professor João Trajano Bandeira Caixeiro aconteceu no dia 5 de junho de 2014 por dois homens que passavam de moto no local. O professor caminhava na calçada após sair do trabalho.

A polícia prendeu na madrugada de 22 de agosto de 2015, em São Pedro da Aldeia, Érick da Cruz Siqueira, 22, outro acusado de participar do crime. Érick dirigia um Fiesta prata pela Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), na altura do bairro Balneário, quando foi abordado por policiais militares. Os PMs foram avisados pela Polícia Rodoviária Federal. Érick integrava uma das principais facções criminosas do Estado. Ele era apontado como líder do tráfico de drogas na Praia do Siqueira e na Rua Duque de Caxias, no Jardim Caiçara.

O professor era muito querido em Cabo Frio - pais, alunos, amigos e os funcionários da Associação de Pais e Amigos do Excepcional (Apae), onde o educador atuou por mais de 30 anos, ficaram extremamente comovidos com o assassinato.Trajano dava vida ao palhaço Pipoco, que arrancava risos dos alunos com deficiência. Trajano também era diretor esportivo do Clube Náutico de Cabo Frio.