Assine Já
sábado, 08 de agosto de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 4786 Óbitos: 283
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1563 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 748 39
Saquarema 844 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
Agentes

Polícias Civil e Militar realizam operação para reprimir onda de violência em Arraial

Agentes estiveram em quatro bairros do município cabista

09 dezembro 2015 - 12h06

Tendo em vista reprimir a recente onda de violência em Arraial do Cabo, as polícias Civil e Militar realizaram a ‘Operação Integração’ em diversos pontos do município. As ações aconteceram nos bairros do Centro, Praia dos Anjos, Monte Alto e Figueira. A operação ocorreu nesta terça-feira (8) pela manhã até às 22h e apenas 43 cápsulas de cocaína foram apreendidas.

Com a intenção de aumentar a sensação de segurança dos moradores e visitantes do município, a ação foi realizada para tentar minimizar as informações de roubos em Arraial. Em nota, a delegada titular da 132ªDP, Flávia Monteiro, informou que apenas quatro roubos foram registrados neste mês. Para ela, os boatos servem como combustível para a insegurança na cidade.

– Oficialmente tivemos quatro registros de roubos em Dezembro. Destes casos, dois foram praticamente identificados, um foi identificado como falsa comunicação de crime: a vítima compareceu na delegacia e, em depoimento, disse que inventou a história porque estava devendo, passando de vítima para acusado. Quanto ao quarto registro estamos levantando as provas – informou.

A delegada ainda falou sobre o reforço de patrulhamento e sobre fatores que podem aumentar a segurança do município.

– Intensificamos o patrulhamento junto com a polícia militar. Conversamos com representantes da prefeitura que vai colocar iluminação nas ruas da cidade que estão as escuras o que melhora a visibilidade e contribui para a segurança”.

Assim como a delegada, o comandante do 25º Batalhão da Polícia Militar, coronel Ruy França, afirmou que o local correto de informar sobre os assaltos é na delegacia.

– É necessário que os registros sejam feitos para que tenhamos uma visão oficial da situação. Não adianta nada ser assaltado e informar no Facebook. Tem que registrar na delegacia – disse.

Onda de assaltos – Desde a última semana a antiga vila de pescadores vem sofrendo com uma série de assaltos. Os relatos feitos por moradores se multiplicaram nos últimos dias, especialmente no fim de semana. Ao contrário do que aponto os números oficiais, cabistas afirmam que os crimes acontecem a qualquer hora, mas principalmente no período da noite.