Assine Já
quarta, 20 de outubro de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Polícia

Policial baleado fecha ‘semana de cão’ no Manoel Corrêa

Comunidade teve mais uma madrugada de tiroteio; PM foi medicado e liberado

11 outubro 2019 - 20h26
Policial baleado fecha ‘semana de cão’ no Manoel Corrêa

Um policial militar foi baleado na perna, na madrugada de ontem, durante um tiroteio na Favela do Lixo, que fica no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio. De acordo com informações do 25º Batalhão da Polícia Militar, o PM foi socorrido, medicado e liberado. 

De acordo com a ocorrência, uma equipe do Grupo de Ações Táticas (GAT) desconfiou de um veículo que estava nas proximidades da favela e o mandou encostar. Segundo a PM, o motorista desobedeceu à ordem e entrou para o interior da comunidade.

Houve perseguição a pé e troca de tiros, que novamente assustou os moradores do local. Relatos do tiroteio logo se espalharam em mensagens pelo WhatsApp. O comando do 25º BPM também informou que o policiamento está reforçado no local.  O incidente marca o fim de uma semana de muita violência na comunidade. Foram pelo menos três trocas de tiro entre criminosos e PMs. Na madrugada da última terça, Rodrigo Rangel Junior, o ‘DG’, apontado como um dos líderes do tráfico na favela foi morto em tiroteio. A situação provocação a reação dos criminosos, que impuseram toque de recolher aos comerciantes por dois dias seguidos. O carro que transportava ‘DG’ e uma carga de drogas foi incendiado em frente à delegacia. 

O clima de insegurança provocou suspensão de aulas e de outros serviços públicos no Manoel Corrêa e em bairros vizinhos. O trajeto da linha de ônibus 311 (Célula Máter) voltou a ser alterado, pela Avenida Adolfo Beranger Junior, depois de normalizado, por causa da insegurança no local. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.