Assine Já
domingo, 24 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
feminicídio

Polícia usa imagens para tentar identificar assassino de jovem morta em Búzios

Sabrina Gonçalves, de 16 anos, teve imagens do corpo compartilhadas pelo celular

17 agosto 2017 - 09h36Por Rodrigo Branco I foto: Arquivo Folha
Polícia usa imagens para tentar identificar assassino de jovem morta em Búzios

A Polícia Civil já recolheu imagens da Rua Projetada, na Vila Verde, e de comércio da Rasa para tentar identificar o assassino de Sabrina de Souza Valle Gonçalves, de 16 anos, morta com tiros no rosto na noite de terça-feira. Segundo testemunhas, ela foi vista pela última vez na garupa de uma moto, com um homem, na segundafeira. Como detalhe mórbido do feminicídio, fotos do corpo de Sabrina em um matagal no bairro Vila Verde foram compartilhadas do próprio aparelho da jovem para celulares de amigos e familiares dela.

Este foi o segundo crime bárbaro contra mulheres em pouco mais de 24 horas. O outro homicídio aconteceu em São Pedro da Aldeia e ambos engrossam a já assustadora estatística de violência contra a mulher na Região dos Lagos. Em comum, a crueldade empregada para tirar a vida das vítimas. A família de Sabrina, desesperada, registrou o desaparecimento da adolescente na delegacia de Búzios. O irmão de Sabrina chegou a postar um apelo na internet em busca de informações que levassem ao paradeiro da jovem. As investigações do caso estão em andamento na 127ª DP (Armação de Búzios). Policiais da unidade realizam diligências para apurar as circunstâncias e identificar os autores, informou, por meio de nota, a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Crime do facão em São Pedro: "Não foi feminicídio", diz delegado

Outro caso que chocou os moradores da região nos últimos dias foi a morte a golpes de facão de Jaqueline do Espírito Santo, de 33 anos, em Praia Linda, São Pedro da Aldeia. De acordo com o delegado responsável, Jorge Veloso, o caso não foi classificado como feminicídio (quando o homicídio ocorre pelo fato da vítima ser mulher). Veloso afirmou que o criminoso não conhecia a vítima e sofre de transtornos mentais. 

– O autor é esquizofrênico e pode ter cometido o crime em surto. O facão que foi usado no crime foi encontrado na residência do autor e um par de chinelos do autor foram encontrados na cena do crime. Não houve testemunhas do fato. O autor alega que não se lembra do ocorrido. Ele já foi transferido para (o complexo penitenciário de) Bangu e se confirmar a doença deverá ser encaminhado ao hospital penitenciário – informou o delegado. 

Jaqueline foi morta por golpes de facão na cabeça e no ombro. O crime aconteceu no fim da tarde desta terça (15), quando a mulher ia buscar a filha na escola. O corpo da vítima foi encontrado na Estrada Velha de Iguaba. O suspeito já tinha três passagens pela polícia.

(*) A reportagem conseguiu entrar em contato com o delegado de São Pedro da Aldeia, Jorge Veloso, apenas após o fechamento da edição impressa.