Assine Já
quinta, 28 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
32ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22908 Óbitos: 767
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2989 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6139 264
Iguaba Grande 2043 50
São Pedro da Aldeia 3225 107
Saquarema 2294 117
Últimas notícias sobre a COVID-19
Deam

Polícia procura acusado de esfaquear mulher em Cabo Frio

Segundo titular da Deam, principal suspeito do crime é o ex-companheiro

29 outubro 2019 - 19h21Por Redação I Foto: Reprodução
Polícia procura acusado de esfaquear mulher em Cabo Frio

Agentes da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) tentam descobrir o paradeiro de um homem acusado de esfaquear a ex-companheira na madrugada de ontem, dentro de casa, no Jardim Esperança, em Cabo Frio. Durante as diligências, testemunhas e vizinhos apontaram a suspeita para o homem com quem a vítima viveu, mas estava separada.

A propósito, de acordo com a titular da Deam, delegada Carla Tavares, a motivação do crime teria sido o fato de o agressor não aceitar o fim do relacionamento. Até o fechamento desta edição, o suspeito ainda não havia sido localizado, mas a delegada informou que tentava pedir a prisão dele junto à Justiça.

A delegada pretende apurar mais detalhes sobre a agressão depois que conseguir colher o depoimento da vítima, que até ontem não tinha condições de prestar esclarecimentos.

– A motivação é um crime de violência de gênero por ele não aceitar o fim do relacionamento entre eles. Estamos fazendo diligências para encontrá-lo e estamos representando pela prisão dele, que vai responder pelo crime de tentativa de feminicídio – explicou a titular da Deam.

A vítima teve ferimentos nas mãos e no pescoço e foi atendida inicialmente na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Burle. Segundo a Prefeitura de Cabo Frio, a paciente precisou ser transferida para o Hospital Central de Emergência (HCE), onde foi operada, passando por procedimento de sutura. Segundo o último boletim divulgado antes do fechamento desta edição, o quadro de saúde da vítima é estável e ela se encontra em observação.

Delegada quer reduzir índices de violência

Recém-empossada no cargo de titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Carla Tavares teve ontem seu segundo dia de trabalho à frente da unidade, que fica anexa à 126ª DP. Carla Tavares tem experiência na região, pois trabalhou durante três anos da delegacia de Rio das Ostras (128ª DP), onde atendeu muitas vítimas de violência doméstica de Tamoios e Unamar. Nesse breve bate-papo, a nova responsável pela Deam conta sobre os planos para o trabalho na região.

Folha dos Lagos – Qual o principal objetivo da senhora à frente da Deam, em Cabo Frio?

Carla Tavares – O principal objetivo é reduzir os índices de crimes de violência doméstica. Partindo desse princípio, ter mais aproximação com as mulheres. Digo a elas que procurem a delegacia se estão vivendo algum relacionamento abusivo, se está saindo do normal.

Folha – Qual a impressão que a senhora tem desses primeiros dias de trabalho na Deam de Cabo Frio?

Carla Tavares – Por enquanto, ainda não deu para ter uma ideia mais precisa, porque ontem foi efetivamente o meu segundo dia. Tivemos algumas ocorrências, mas a gente ainda está analisando o cenário. Está conhecendo melhor as peculiaridades da região para que a gente possa dar uma ajuda de forma mais efetiva.

Folha – O que pode dizer para as mulheres de Cabo Frio e do restante da região?

Carla Tavares – Não se acovardem, não se acuem. Não esperem que a coida tome uma grande proporção. Na dúvida, vá até a delegacia.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.