Assine Já
terça, 26 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
polícia

Polícia contra-ataca o tráfico de drogas

Batalhão faz operação na Reserva do Peró e cria grupo para reduzir homicídios

18 novembro 2016 - 01h43Por Redação I Foto: Divulgação PM
Polícia contra-ataca o tráfico de drogas

 Os homicídios registrados nas úl­timas semanas em Cabo Frio, boa parte deles resultantes da guerra do tráfico em comunidades da cidade, acenderam o alerta e provocaram a reação da polícia. No mesmo dia em que fez uma grande operação no bairro Reserva do Peró, o comando do 25º Batalhão da PM anunciou a criação do Comboio de Pronta Res­posta, um grupo destacado para atu­ar especificamente em pontos estra­tégicos e de constante conflito entre facções criminosas.

No último fim de semana, duas pessoas morreram e uma ficou fe­rida por causa do confronto entre traficantes das comunidades do Va­lão e do Limão, que ficam na região do grande Jardim Esperança. No dia seguinte ao tiroteio, o comércio nas localidades amanheceu fechado e o policiamento teve que ser reforça­do. Para o comandante do 25º BPM, tenente-coronel André Henrique de Oliveira, a criação do comboio visa a reduzir o número de mortes na re­gião.

– Esse grupo vai dar atenção espe­cífica e em pontos estratégicos para minimizar os danos das brigas de facção e, desta forma, refrear a leta­lidade – explicou.

No mesmo dia em que anunciou a criação do grupo, a PM fez uma ope­ração para desarticular o comércio de drogas na Reserva do Peró, bairro da periferia da cidade. A ação envol­veu, inclusive, policiais que estavam de folga ou férias.

Após receber uma denúncia anô­nima de que chefes do tráfico atua­vam na localidade, uma equipe foi até uma casa na Rua 5, onde apre­endeu grande quantidade de drogas e armas.

Ao todo, foram levados para a de­legacia 1,5 Kg de pasta base de co­caína; 300 sacolés de cocaína; 500 gramas de maconha prensada; 423 tabletes de maconha; uma escope­ta calibre 12; 13 munições do mes­mo calibre; um revólver calibre 38 e seis munições do mesmo calibre. Também foram apreendidos quatro celulares, 12 mil cápsulas vazias e 15 mil sacolés vazios. Nove pessoas foram detidas, mas apenas três fica­ram presas e uma apreendida: Luis Cláudio Corrêa Junior, de 22 anos; Cristyan Moreira Reis, de 18; Igor Cândido de Oliveira, de 36 e um adolescente de 14 anos.

– O resultado foi bastante positivo e representou um grande baque para o tráfico – completou o comandante.