Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
INVESTIGAÇÃO EM CURSO

Polícia analisa imagens de câmeras de segurança para identificar quem matou investidor em São Pedro

Wesley Pessano foi assassinado a tiros dentro de carro de luxo na última quarta (4)

06 agosto 2021 - 14h03Por Redação

Policiais civis da 125ª DP (São Pedro da Aldeia) analisam imagens coletadas de câmeras de monitoramento para tentar identificar quem assassinou o investidor de criptomoedas Wesley Pessano Santarém, de 19 anos, assassinado a tiros na última quarta-feira (4), no bairro São João, em São Pedro da Aldeia. O 'trader' foi morto a tiros quando estava dentro do seu carro, um Porsche vermelho avaliado em R$ 440 mil.

Segundo a Polícia Civil, testemunhas estão prestando depoimento e os policiais aguardam a alta médica do homem que o acompanhava no veículo e também foi ferido para ouvi-lo na delegacia. Enquanto isso, a equipe da 125ª DP faz diligências para esclarecer o assassinato e prender os acusados.

Não há informações se o crime tem relação com o campo de atuação da vítima, mas a Polícia Civil não descarta qualquer linha de investigação, inclusive queima de arquivo, conforme publicou o site do jornal O Globo nesta sexta-feira (6). 

Vida de luxo e ostentação – Gaúcho que morava há um ano em Cabo Frio, Wesley Pessano era figura bastante conhecida nas redes sociais, onde dava dicas de investimentos e sempre aparecia ostentando uma vida de luxo e riqueza, com carrões de luxo e maços de notas de dinheiro. Somente no Instagram, a sua conta é seguida por 124 mil perfis. No canal doYou Tube, são 14 mil inscritos.

O assassinato de Wesley causou comoção em grupos de WhatsApp, onde muita gente lembrou da influência do jovem sobre investidores novatos com dicas sobre o mercado financeiro. Segundo testemunhas, ele dava consultoria gratuita a outros jovens. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.