Assine Já
segunda, 14 de junho de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 42549 Óbitos: 1631
Confirmados Óbitos
Araruama 10478 329
Armação dos Búzios 5160 57
Arraial do Cabo 1486 81
Cabo Frio 11320 600
Iguaba Grande 4350 105
São Pedro da Aldeia 5809 254
Saquarema 3946 205
Últimas notícias sobre a COVID-19
pascoa

Operação Páscoa: feriado tem reforço na segurança

Equipe do 25° BPM tem reforço e serão 200 policiais por dia na ruas da região 

25 março 2016 - 11h45

O comando do 25° Batalhão de Polícia Militar (BPM) está com reforço na segurança para o feriado da Semana Santa. A Operação Páscoa, que começou na manhã de ontem, vai até a manhã da próxima segunda-feira, quando os turistas retornam às cidades de origem. A equipe, que atua nas sete cidades da Baixada Litorânea, terá 200 policiais por dia nas ruas. Especificamente Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio serão priorizadas devido às fes- tividades e eventos programados para o feriadão.

– Esse período costuma ser mais tranquilo do que o Carnaval, por exemplo, mas estaremos nas ruas e nos eventos para evitar roubos e furtos. A expectativa é de que seja um feriado calmo – ponderou o coronel André Henrique de Oliveira Silva, comandante do 25° BPM.

Apesar das previsões de um feriado tranquilo, são esperados bastantes visitantes para este fim de semana nas cidades da região. Somente em Cabo Frio, a expectativa é de 15 mil turistas. Hoje, dia de maior desembarque, são esperados 457 ônibus, dos quais 120 extras, vindos da capital e de outras regiões do estado. A Rodoviária Alexis Novellino, em Cabo Frio, deve registrar o maior número de turistas: cerca de oito mil pessoas em 206 ônibus, sendo 52 extras.

Páscoa da paz – Com o intuito de estreitar o relacionamento da polícia militar com as comunidades da região, policiais do 25° BPM distribuíram ovos de páscoa, ontem, no bairro Balneário, em São Pedro da Aldeia. A mesma iniciativa foi feita no dia anterior, no Jacaré, em Cabo Frio. Além deste projeto, a PM também realiza um futebol com as crianças de comunidades.