Assine Já
quarta, 20 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
ACUSADOS SÃO TRAFICANTES

Ministério Público denuncia autores da execução de PM em Cabo Frio

Sargento Luiz Paulo Costa Silva foi assassinado a tiros, em fevereiro, no bairro Braga

28 agosto 2020 - 16h57Por Redação

 

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça de Investigação Penal da Comarca de Cabo Frio, apresentou, nesta quinta-feira (27), denúncia em que pede a decretação de prisão preventiva dos cinco envolvidos no homicídio do sargento da Polícia Militar Luiz Paulo Costa Silva, ocorrido na manhã de 16 de fevereiro deste ano, em Cabo Frio.

Lotado no 25º BPM (Cabo Frio), o PM conhecido como 'Negão do Bope' foi assassinado em seu carro, quando deixava o serviço. A investigação foi realizada pela 126ª DP. A identificação dos autores ocorreu por meio da análise das imagens de câmeras de segurança e da quebra de sigilo telefônico dos envolvidos.

O MPRJ ressalta que os denunciados - o mandante, três executores e o motorista do carro utilizado no crime - atuam no tráfico na Favela do Lixo e se associaram para cometer os crimes de homicídio qualificado, porte ilegal de munições de uso restrito e receptação, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 45 anos de prisão.

O assassinato do PM, conhecido por sua atuação no combate ao tráfico de entorpecentes, ocorreu em plena luz do dia, na Avenida Vereador Antonio Ferreira dos Santos, no Braga, e teve grande repercussão na cidade.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.