Assine Já
sábado, 13 de agosto de 2022
Região dos Lagos
25ºmax
15ºmin
VIAJE BEM Confira 331 hospedagens bem avaliadas na Região dos Lagos
O OUTRO LADO

Envolvidos em caso de agressão em Cabo Frio rebatem relato de agente da Guarda Municipal

Partes trocam acusações sobre quem começou a pancadaria nos arredores da Rodoviária; polícia investiga

17 junho 2022 - 20h31Por Redação

A Polícia Civil investiga uma confusão que terminou em pancadaria, envolvendo um agente da Guarda Municipal e um grupo de quatro rapazes, nas imediações do Terminal Rodoviário Alexis Novellino, na madrugada do último dia 12. As partes se acusam mutuamente pela responsabilidade do incidente. 

As imagens inicialmente divulgadas mostraram o agente sendo agredido. De acordo o servidor, as agressões começaram depois que ele pediu ao grupo para que retirasse o carro, um Renault Duster, que havia sido estacionado no local, em frente ao ponto de táxi, onde é proibido parar. 

– Na madrugada de sábado para domingo avistei um veículo parado de forma irregular. Tinha dois rapazes parados próximos. Eu falei com ele...Falei com vocês de boa, mas vocês não acataram o que eu pedi, eu vou anotar a placa do veículo. Primeiro teve empurra, empurra, um deles veio para me dar um soco, eu apenas me defendi, onde fomos ao chão – disse o Guarda, em áudio divulgado por uma TV local. 

No entanto, nos últimos dias, os rapazes envolvidos na confusão se manifestaram  pela imprensa, para rebater a versão do agente. Segundo eles, o agente é quem teria sido truculento na abordagem. Novas imagens divulgadas mostram outros agentes envolvidos na pancadaria, agora em frente a uma casa de material de construção nas proximidades. 

– Todos falaram que ele estava muito alterado, entendeu. Que ele realmente chegou xingando, de uma forma agressiva. Não chegou de uma forma educada falando com a gente. No momento que ele disse, né, a gente não tinha nem certeza que ele era guarda, porque ele não tinha identificação, ele não se identificou como guarda. Nem disse o nome nem nada. A gente nem sabia que era guarda municipal. A gente foi saber depois que a Guarda chegou – disse um dos rapazes.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.