Assine Já
segunda, 25 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Rayzza

Delegado vai usar imagens de câmeras para tentar esclarecer morte de Rayzza

Jorge Velloso acredita que autor seja ligado ao tráfico de drogas

01 junho 2016 - 10h11Por Gabriel Tinoco
Delegado vai usar imagens de câmeras para tentar esclarecer morte de Rayzza

Velloso:  "Hoje (amanhã), devemos ter alguma coisa nova sobre o assassinato (Reprodução)

Após os clamores pela prisão do assassino de Rayzza Ribeiro, jovem esquartejada na semana passada em São Pedro da Aldeia, a polícia acredita que haverá avanço nas investigações nas próximas 24 horas. De acordo com o delegado da 125ª DP (São Pedro), Jorge Veloso, imagens de câmeras de prédios e relatos de testemunhas podem ajudar a elucidar o caso. Veloso suspeita que um traficante tenha sido o autor do assassinato.

– Hoje (amanhã) devemos ter alguma coisa nova sobre o assassinato. Descobrimos algumas pistas com imagens das câmeras, mas precisamos de mais coisas para poder prender o criminoso. Vejo bastante possibilidade do envolvimento de um traficante na morte dela – afirmou.

O delegado ainda acredita que o traficante tenha violentado a menina.

– Se ela teve alguma relação forçada antes de morrer, o traficantes muito provavelmente está envolvido – pontuou o delegado.

Pressão – Após solucionar o caso de Daiana Borges, morta a facadas pelo ex-noivo, a pressão do movimento de mulheres continua sobre as costas do delegado. As manifestantes fizeram ato no início da semana e os pedidos da prisão do assassino foram os gritos mais constantes no centro de Cabo Frio.

Quem discursou na manifestação, inclusive, foi a mãe da própria Rayzza: Vania Souza cobrou ações imediatas da Polícia Civil para fazer justiça ao assassinato da filha. Parentes e amigos da jovem também compareceram e cobraram a prisão do criminoso.

Outro protesto em memória da vítima está marcado para São Pedro: na Praça do Canhão, no Centro, às 10h, neste domingo (5). O movimento também luta contra o feminicídio (morte de mulheres) na Região dos Lagos. Os dois atos foram organizados na mesma semana da morte da menina.

O caso de Daiana Borges, no entanto, foi desvendado no dia seguinte à morte. O ex-noivo Rodrigo Alves foi preso pela Polícia Civil de São Pedro da Aldeia. A família de Daiana afirmou que a mulher recebia ameaças constantes do ex.

A técnica de enfermagem foi sequestrada na saída do plantão numa manhã do domingo. Imagens de câmeras identificaram a vítima sendo forçada a entrar no carro. Logo depois, foram encontradas manchas de sangue no veículo que teria sido lavado.