Assine Já
terça, 18 de maio de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
17ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 38559 Óbitos: 1468
Confirmados Óbitos
Araruama 9671 303
Armação dos Búzios 4715 57
Arraial do Cabo 1343 70
Cabo Frio 10405 543
Iguaba Grande 3845 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
estupro

Delegada da Deam diz que mulher estuprada no Canal conhecia criminoso

Cláudia Faissal ressalta que vítima entrou no carro de algoz de forma espontânea

10 outubro 2016 - 10h58Por Redação
Delegada da Deam diz que mulher estuprada no Canal conhecia criminoso

A titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Cabo Frio, Cláudia Faissal, afirmou que a mulher estuprada no Boulevard Canal na noite de sexta-feira (7) conhecia o criminoso e entrou no carro dele de forma espontânea. O relato contraria as versões que circulavam desde então, a vítima, de 54 anos, teria sido estrangulada e forçada a entrar no veículo.

De acordo com a delegada, o crime aconteceu depois que a mulher saiu de uma das boates que ficam na região e concordou em entrar no carro do suspeito apenas para conversar. Em seguida, dentro do veículo, o homem forçou a mulher a fazer sexo com ele. Depoimentos da vítima e de testemunhas estão sendo tomados com o objetivo de chegar ao autor do crime e esclarecer as suas circunstâncias.

– Já era conhecida dele (a vítima). Mas isso não descaracteriza o estupro não – disse Faissal, ressaltando que o inquérito está sendo conduzido de forma sigilosa.

A delegada não descartou pedir imagens de câmeras de segurança de lojas da área caso haja contradições nos depoimentos. O resultado do exame de corpo de delito também será incluído no inquérito.

– Estamos conduzindo com a seriedade de sempre. Vamos ouvir a palavra dos envolvidos, analisar depoimentos e apurar com veracidade as circunstâncias, sempre com preocupação de preservação da vítima. Crimes sexuais tem que correr em sigilo – concluiu a delegada.