Assine Já
terça, 14 de julho de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 310 Confirmados: 3455 Óbitos: 200
Suspeitos: 310 Confirmados: 3455 Óbitos: 200
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 279 8
Arraial do Cabo 9 88 11
Cabo Frio X 1037 64
Iguaba Grande 14 257 20
São Pedro da Aldeia 4 537 20
Saquarema 9 599 35
Últimas notícias sobre a COVID-19
Atropelamento

Atropelador de Pablo se entrega

Rafael Cunha, que dirigia sem carteira, responderá em liberdade

29 julho 2015 - 08h02

O motorista que atropelou o ciclista Pablo Souza de Oliveira se entregou à polícia no fim da tarde de ontem. Rafael da Cunha Silveira, de 19 anos, se apresen­tou na 126ª DP ao lado do advo­gado para ser ouvido. Segundo a polícia, o rapaz será indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar), com o agravante de não ter carteira nacional de habilitação e ter fu­gido sem prestar socorro à víti­ma. Como não houve flagrante, Rafael responderá o processo em liberdade.

Um inquérito será aberto e en­caminhado para a Justiça. Peri­tos da Polícia Civil avaliam a ve­locidade em que o carro estava para anexar ao processo, o que pode aumentar a pena.

Rafael estava voltando para casa após deixar a mãe no tra­balho. O motorista, que é mora­dor do Guarani, trabalhava como lavador de carros. A Polícia Mi­litar também apreendeu o polo prata de placa MMV-5543, de Cabedelo, na Paraíba, que estava na residência do motorista.

De acordo com o comandan­te do 25º BPM, tenente-coronel Ruy França, Rafael estava com medo de sofrer represálias ao se apresentar na delegacia.

– Desde ontem, recebemos várias denúncias do paradeiro do motorista. Colocamos viaturas para a busca dele, mas sem su­cesso. A divulgação na impren­sa, com pedidos para confiar no nosso trabalho, alertando de que seria melhor para ele se entregar, foi fundamental para a decisão. O Rafael estava com medo das represálias. Mas ele se apresen­tou de maneira segura – diz.

Enterro de Pablo – Diante do choro inconsolável de parentes e amigos, Pablo Souza de Olivei­ra foi sepultado no Cemitério Santa Izabel, no Portinho, em Cabo Frio. Centenas de pesso­as, entre autoridades, familiares e conhecidos, compareceram ao enterro na tarde de ontem para prestar homenagem ao jovem cabofriense. Pablo atravessava a Avenida Teixeira e Souza no momento em que foi atingido por um carro em alta velocidade. O ciclista teria sido arremessado com o impacto da colisão e, em seguida, o carro ainda teria pas­sado por cima dele.

Amigos da academia de luta Giba Thai, da qual Pablo partici­pavam, levaram camisetas com o rosto da vítima. Alguns deles, inclusive, foram convidados neste domingo para serem pa­drinhos do casamento de Pablo. Ele também recebeu inúmeros elogios dos colegas de trabalho da Secretaria Assistência Social, que disseram que ele era um funcionário muito aplicado.

Homenagem Bike Night – A morte do ciclista não passou em branco para quem pratica o es­porte em Cabo Frio. Tanto que ele ganhará uma homenagem do grupo Bike Night. Nesta quin­ta-feira, o passeio ciclístico será realizado em memória de Pablo Souza de Oliveira.

No passeio, os organizado­res do evento pedem que todos compareçam trajando roupa branca. No local do acidente haverá uma parada em home­nagem a Pablo. Os ciclistas vão pedir mais atenção dos moto­ristas, assim como pedirão por mais ciclovias na cidade.