Assine Já
quinta, 02 de julho de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 319 Confirmados: 2909 Óbitos: 177
Suspeitos: 319 Confirmados: 2909 Óbitos: 177
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 268 582 40
Armação dos Búzios X 243 5
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 903 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 18 435 15
Saquarema 9 466 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
agressao

Agressões em Búzios deixam polícia sob alerta

Espancamentos em série chocam a população e têm dado trabalho às autoridades

18 agosto 2016 - 09h46
Agressões em Búzios deixam polícia sob alerta

O sinal de alerta está aceso. As autoridades de segurança de Armação dos Búzios, sobretudo a Polícia Civil, estão com trabalho redobrado por causa da recente ondas de agressões na cidade. Foram pelo menos quatro casos em pouco mais de um mês.
O mais recente aconteceu no fim da noite de anteontem, quando um homem negro e de meia idade,  não identificado, foi encontrado ferido e desacordado  por funcionários de um resort, na Ferradura.
Policiais da 127ª DP investigam o relato de que um homem encapuzado que estava em um carro vermelho o teria golpeado com um pedaço de madeira. Ferida, a vítima foi levada para o Hospital Rodolpho Perissé. A delegacia tenta identificar o agressor e descobrir o motivo da violência.
O comandante do 25º Batalhão da PM, tenente-coronel André Henrique de Oliveira, afirma que o policiamento está reforçado no balneário como nas demais cidades sob a vigilância do quartel e que os motivos para o aumento nos números de casos só podem ser interpretados por cientistas. Por fim, ele não acredita que a violência seja fruto do descrédito da população com a polícia e a Justiça.
– Se as pessoas estão mais agressivas e com clima de hostilidade, isso requer paciência e reflexão de psicólogos e antropólogos. A polícia está presente e tem feitos as prisões. No caso do empresário (leia ao lado), cinco pessoas foram  identificadas e presas. Temos feito palestras com o Conselho Comunitário de Segurança justamente para alertar contra fazer justiça com as próprias mãos. As pessoas têm que procurar as autoridades – afirma.
Internado – Segue internado  em estado grave no Hospital Roberto Chabo, o Regional de Araruama o empresário campista Guilherme Crespo, de 26 anos.
O empresário estava em coma, mas a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde se recusou a detalhar o quadro médico do paciente. No último dia 6, ele foi espancado por dezenas de pessoas, no centro da cidade, ao lado de um amigo. Após comprar uma bebida em um mercado na Rua Manoel Turíbio de Farias, Guilherme teria voltado para o mercado para falar com um amigo e foi acusado de roubo. A confusão teria começado no mercado e a agressão aconteceu na Praça Santos Dumont. Ele teria sido cercado e espancado por um grupo com pedaços de pau e ferro. Guilherme teria sido atingido na cabeça e desmaiado. O paciente já passou por cirurgias. O amigo, por sua vez, passa bem.