Assine Já
sexta, 07 de agosto de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
14ºmin
Mercado Tropical
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 4771 Óbitos: 282
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1563 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 744 39
Saquarema 833 50
Últimas notícias sobre a COVID-19
Folha dos Lagos

Um milhão de motivos para comemorar

Recorde de acessos na última semana consolida trabalho da Folha

26 agosto 2015 - 10h02

RODRIGO BRANCO

 

Para quem acompanha aten­tamente as novidades edito­riais e gráficas promovidas pela Folha dos Lagos desde o ano passado, com a criação do site do jornal, não foi novida­de alguma, mas os resultados alcançados na última semana, durante o agravamento da crise na área de Cultura da cidade, a reboque do atraso no paga­mento do Proedi, consolidam a crescente força do grupo não apenas no jornalismo da re­gião, mas do interior do estado.

Somente no Facebook, as postagens sobre o protesto de um grupo de artistas na Pre­feitura de Cabo Frio e, sobre­tudo, a no mínimo discutível ação da polícia, com direito a uso de spray de pimenta, para retirá-los do local renderam a marca de nada menos do que 1.284.000 (um milhão, du­zentos e oitenta e quatro mil) pessoas alcançadas, o que representa

 mais de seis vezes a população da cidade, de 204 mil habitantes, segundo o IBGE, em 2014. Para efeito de comparação, o recorde anterior foi batido em abril, turbinado pela pesca de um cherne gigan­te em Arraial do Cabo, fato que gerou o alcance de 387 mil pes­soas. Já a página do Facebook, recebeu quase 500 das atuais 12.400 curtidas nos últimos sete dias. Números superlati­vos que não apenas confirmam o vigor editorial e jornalístico da Folha, mas demonstram a satisfação do leitor, internauta e ouvinte, este que acompanha às segundas e sextas o progra­ma ‘Folha ao Vivo’ na Rádio Cabo Frio (1.530 Khz), com o conteúdo encontrado em todas as mídias.

– Mais de um milhão de pes­soas é uma ordem de grandeza que, geograficamente, é impos­sível alcançar, na nossa realida­de. Cabo Frio tem 200 mil ha­bitantes, e nossas notícias estão chegando às casas de seis vezes essa população. Nossa equi­pe tem menos de uma dezena de pessoas na redação, então é preciso muita, muita coesão e sintonia para conseguir produ­zir material para um volume tão grande de gente, e com qualida­de, que é nossa principal preocu­pação – afirma o editor-chefe do jornal, Filipe Rangel

O diretor Rodrigo Cabral vai além e diz que o fato é um fe­nômeno a ser estudado e compreendido.

– Devo frisar que isso só é possível porque, mesmo com todas as mudanças, o jornal continua apostando em con­teúdo de qualidade e em uma redação formada por jornalis­tas experientes e preparados, que têm a liberdade de realizar um trabalho com criticidade e isenção. Fazer um jornal diá­rio não é tarefa simples. É uma batalha, uma jornada de múl­tiplas emoções a cada dia. Por isso, devemos celebrar muito as vitórias, que renovam nos­sas energias para enfrentar os novos desafios – ressalta.

Sem deixar de noticiar os efeitos da crise, mas negando-se a se deixar afetar por ela, a Folha não apenas encampou a campa­nha ‘Nocaute na Crise’ como, com vocação empreendedora, vai na contramão da onda de pessimismo quase generalizado, com o lançamento do Clube do Assinante, parceria com empre­sas que proporciona descontos aos leitores; a incursão no mer­cado literário com a Sophia Edi­tora, além dos inúmeros eventos promovidos.

– Os números mostram que estamos buscando oportunida­des num momento de crise. Vale lembrar que, após a reforma grá­fica deste ano, somada ao novo preço de capa (R$ 0,95), prati­camente dobramos a venda de jornal em bancas, e isso apenas em Cabo Frio. Agora, com o lan­çamento do Clube do Assinante, a expectativa é de continuar au­mentando o número de leitores do impresso – finaliza, otimista, Rodrigo Cabral.