Assine Já
terça, 10 de dezembro de 2019
Região dos Lagos
27ºmax
20ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
Violência

Carta do leitor: 'Nós podemos vencer a violência'

07 maio 2014 - 14h51Por Leitor: Jean Pierre
Todos os dias é notória as manchetes nos principais jornais do país sobre este tema recorrente, ou melhor cotidiano da violência que tornou se na verdade um círculo vicioso que oprime os cidadãos, da mesma forma que dilaceram famílias por inteiro. O Estado sozinho, sem a ajuda da sociedade, perde o fio da meada, não consegue conter essa doença (violência) generalizada que agora invade a nossa região, ainda que o esforço do Estado seja diário  e contundente atacando direto a criminalidade todo o dia.Realmente Cabo Frio não é mais a mesma com essa frente violenta, que condena nossas famílias a viver a mercê da insegurança ou de vivermos enclausurados em nossos lares, nos privando assim desta cidade tão linda.
Já se vão longe os tempos em que podíamos andar por aí livremente, saudades das matines no Clube São Cristóvão, das festas juninas alegremente na Roberto Silveira, ou outrora a da Rua Praça...Quando Cabo Frio ainda era sinônimo de cidade do interior. Hoje talvez tenhamos mais de 200 mil habitantes em  Cabo Frio, e teremos esse crescimento ser evidente conforme a política de infraestrutura do município seja uma crescente, pois pessoas de outros lugares migram no intuito de terem uma vida melhor.
Mas com essa crescente onda de assaltos e assassinatos, aqueles que antes já haviam migrado fugindo para um lugar que até então era denominado tranquilo acabaram ficando em um ponto sem saída, mas eu acredito que a sociedade tem o poder, juntamente como os órgãos  competentes e unificados de segurança pública, de tentar ao menos soluções práticas e reais para se conter isso. Quando a Constituição Federal diz que todo poder emana do povo, isso precisa ser literal, precisamos verbalizar isso cobrando das autoridades competentes que fazem segurança pública, que não queremos meios, mas sim queremos fins, que resultados sejam fatos explícitos e não apenas estatísticas.
Nós, como sociedade, temos que também fazer nossa parte, contribuindo de forma justa para, se não do fim da violência, ao menos amenizá-la em nossa cidade...Temos que fazer uma reflexão sobre essa violência que vem cada dia mais intensa nos privando da liberdade, do simples direito de ir e vir para seu lar. Nós podemos sim, precisamos apenas sermos um braço forte junto a todos aqueles que querem uma Cabo Frio mais segura e feliz.
Não podemos permitir que a violência cale nossa voz. Vamos juntos abraçar esta ideia, pois nós, juntamente e de forma colaborativa com os órgãos de segurança pública, podemos mudar isso sim. Eu acredito e quero viver isso!
 
*Jean Pierre é funcionário público e graduando em História.