Assine Já
domingo, 08 de dezembro de 2019
Região dos Lagos
26ºmax
18ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
servidores

Prefeitura antecipa parcela do décimo terceiro e injeta R$ 15 milhões em Cabo Frio

Lojistas esperam aumentar o faturamento em 10% nos próximos dias

22 julho 2014 - 21h25Por Nicia Carvalho
Prefeitura antecipa parcela do décimo terceiro e injeta R$ 15 milhões em Cabo Frio

Com cerca de 11 mil servidores, a prefeitura de Cabo Frio programou para o dia 23 o pagamento da primeira parcela do 13º terceiro salário. A injeção da verba na economia da cidade  gera expectativa de melhora no desempenho do comércio, de forma geral. Instituições do setor apostam em crescimento de 5% a 10%. O otimismo se deve também à fraca rentabilidade gerada pela Copa do Mundo e férias de julho. Na região, Arraial do Cabo também já tem data definida: cota única em 16 de dezembro. Os demais municípios ainda não definiram calendário, mas o pagamento não deve ultrapassar a data de 20 de dezembro, limite estipulado por lei.

– A antecipação do 13º chega em boa hora para o comércio local, tendo em vista que a Copa esfriou o movimento de férias,  já que grande parte dos turistas ficou nas cidades-sede dos jogos do mundial. A expectativa é de que esse dinheiro aqueça o comércio em pelo menos 10%. O  patamar foi o registrado no mesmo período do ano passado durante as férias de julho – opinou Walmir Porto, presidente da Associação Comercial de Cabo Frio (Acia).

José Martins de Souza, presidente do Clube de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cabo Frio, acredita que a injeção de recursos vai proporcionar aquecimento  direcionado principalmente ao comércio varejista.

– O setor mais bebeficiado costuma ser o varejo, mas sempre que entra mais dinheiro as vendas melhoram um pouco. Sem contar que muitas pessoas já estão com o décimo terceiro comprometido para pagamento de dívidas – contou Martins.

Em São Pedro da Aldeia, Armação dos Búzios, Araruama, Saquarema e Iguaba, o calendário ainda está sendo fechado. Nos anos anteriores, São Pedro pagou os servidores em duas parcelas: novembro e dezembro.

Para Aílton de Andrade Souza, presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindcom) da região, a antecipação do décimo vai aquecer as vendas.

– O dinheiro extra que circula pode promover aumento nas vendas. O crescimento deve variar entre 5% e 10%. É um bom impacto para o comércio – opinou.