Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 404
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
mateus pagalidis

Polícia investiga desaparecimento do produtor cultural Mateus Pagalidis

Buscas estão sendo feitas em hospitais da região onde jovem sumiu

05 setembro 2017 - 09h01
Polícia investiga desaparecimento do produtor cultural Mateus Pagalidis

O 13º Distrito Policial (Casa Verde) da Polícia Civil de São Paulo investiga o desaparecimento do produtor Mateus Pagalidis, de 17 anos. De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado, estão sendo realizadas buscas em hospitais da região onde ele foi visto pela última vez.

Paralelamente, amigos e familiares fazem um mutirão na internet e pelas ruas da capital. Mateus foi à cidade para assistir ao show da banda de rock The Get Up Kids com amigos, na noite de sábado, e depois separou-se do grupo para ir à festa Carlos Capslock. Está desaparecido desde que saiu do evento

Por volta das 6h de domingo, um taxista ligou para um amigo que dividia o quarto de hotel com Mateus e relatou que o jovem disse ter sofrido um golpe e que tinha sido drogado. Segundo o motorista, Mateus abriu a porta do carro em movimento, na Região da Ponte da Casa Verde, na Barra Funda.

Enquanto um grupo de pelo menos oito pessoas próximas ao produtor estão à procura de pistas nas ruas da capital paulista, colando cartazes e tentando colher informações, outros relatos começam a surgir.

“Até agora as únicas informações que batem são essas: Mateus foi visto ontem [anteontem] pelo bairro Bom Retiro apenas de cueca e fora de si. Hoje [ontem] viram ele por Perdizes/ Barra funda apenas de Bermuda e boné (próximo ao West Plaza) muito confuso e andando sem rumo. Qualquer informação além dessas não são de nosso conhecimento. Estamos nos guiando por esses relatos. Tem muita gente na rua nos parando e contando que já estão sabendo do caso e levam nossos panfletos para ajudar!”, escreveu no Facebook, às 19h10 de segunda-feira (4), Maria Carolina Fernandes, namorada de Mateus.

O grupo chegou a receber informações falsas sobre o paradeiro de Mateus, que davam conta de que ele estaria na estação de metrô República com seguranças, o que não se confirmou. Produtor da festa Carlos Capslock, Paulo Tessudo contou à Folha que tenta ajudar coletando informações com orga- nizadores e seguranças que trabalharam no dia do evento. Segundo ele, não havia câmeras no local da festa. Paulo contou ainda que outro produtor viu Ma- teus rapidamente no even- to, mas não tem detalhes.

– Estamos sensibilizados com o caso e estamos fazendo nosso papel. Já fiz contato com a namorada dele, amigos e familiares e estamos ajudanndo nas buscas. A única informação que temos é que ele deixou a festa por volta das 5h e sumiu depois disso – relata Paulo, informando que a festa tinha cerca de 1.100 pessoas. M

ateus é conhecido por ser grande incentivador do cenário musical alternativo na cidade. Seu próximo evento está marcado para quinta, com a banda japonesa Flipout A.A.