Assine Já
quarta, 22 de janeiro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
transporte

Comissão cai no esquecimento

Negociações não avançaram 

18 junho 2014 - 18h25
Comissão cai no esquecimento
A promessa de resolver a questão do transporte público, feita pela Prefeitura de Cabo Frio, faz nos próximos dias aniversário de um ano. E sem nem chegar perto de sair do papel. Conduzidas num ritmo de tartaruga pela Procuradoria-Geral do Município e pela Secretaria de Transportes, as reivindicações que saíram dos movimentos de rua repousam, tranquilamente, num gabinete qualquer.
Procurado pela Folha, o procurador-geral Marcos Meneses afirmou, nos últimos dias, o que vem afirmando em outras entrevistas desde o início do ano: que o governo quer integrar a Comissão de Transportes ao Conselho Municipal de Transportes, tendo o atual secretário da pasta, Victor Moreira dos Santos, como presidente da nova entidade. Meneses já havia dito o mesmo em fevereiro, mas, quatro meses depois, nada foi feito.
– Várias deliberações da Comissão são de competência do Conselho. Então, foi feita a integração, e o novo con-selho absorveu as demandas – explicou, referindo-se a um movimento político executado ainda no ano passado.
Mas há esperança para tanta enrola-ção. Segundo o secretário de Transportes, Victor Moreira, a votação em caráter de urgência  para integar as duas instituições deve ocorrer esta semana, na Câmara Municipal.
– Está tudo encaminhado, depende apenas da agenda da Casa. Tinham até me passado que a votação seria na quinta-feira (amanhã) – contou o secretário, que, ao ser lembrado do feriado de Corpus Christi, ficou em dúvida se a data havia sido passada corretamente.
Após o diálogo com a reportagem da Folha, em que respondeu apenas duas perguntas, o secretário preferiu que os demais questionamentos sobre o transporte público, as reivindicações popu-lares e a comissão fossem enviadas por e-mail. Mas, uma semana depois, o secretário ainda não respondeu a nenhuma pergunta.