Assine Já
sábado, 16 de outubro de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
21ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
ÓLEO NO MAR

Búzios inicia ações para proteger praias

Cidade participou de um curso de capacitação fornecido pela Petrobras referente à prevenção de derramamento de óleo nos mares

05 novembro 2019 - 17h53Por Redação
Búzios inicia ações para proteger praias

Uma reunião entre representantes da prefeitura de Búzios e da Petrobras vai discutir a proteção ambiental diante da possível chegada de óleo no balneário. O encontro será nesta sexta-feira (8), às 14h, na sede da empresa, no Rio de Janeiro. Serão solicitados os materiais de contenção, EPIs e embarcações para contenção de vazamento de óleo que a Petrobras deveria ter encaminhado para o município.

Para evitar que o óleo que passou pelo litoral nordestino suje as 24 praias buzianas, a prefeitura tem se mobilizado para definir medidas preventivas. A cidade participou de um curso de capacitação fornecido pela Petrobras referente à prevenção de derramamento de óleo nos mares. No treinamento, foram passadas técnicas de contenção e recolhimento de óleo no mar e limpeza da faixa de areia.

Os municípios de Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo, além do curso, deveriam ter recebido os equipamentos de contenção de vazamento no dia 26 de setembro deste ano. Porém, o cronograma de entrega não foi seguido.

De acordo com Secretário de Meio Ambiente, Fernando Savino, foi entregue ao Ministério Público um ofício comunicando o não cumprimento do acordo, pois os equipamentos não foram entregues até o momento.

“Já estamos traçando estratégias para a possível chegada de óleo, os pescadores estão em alerta para avisarem caso encontrem manchas no mar,” explicou o secretário.

O presidente da Associação de Pescadores de Búzios, Amarildo Chita de Sá ressaltou que está em contato permanente com os barcos pesqueiros buzianos, recebendo a todo o momento informações atualizadas caso apareça alguma mancha.

“Com as redes de sardinha é possível fazer a retirada de óleo. Caso [o óleo] seja encontrado no mar, os pescadores estão preparados. Nossa maior preocupação é não deixar chegar à areia das praias,” disse Amarildo.

Amarildo Chita acredita que, apesar da distância, o óleo pode chegar à costa da Região dos Lagos devido ao vento forte nordeste e às correntes marítimas voltadas para o sul.

A responsabilidade da retirada do óleo cabe ao Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

A reunião terá presença do secretário de Meio Ambiente, Fernando Savino, do presidente da Associação de Pescadores de Búzios, Amarildo Chita de Sá, do ativista Hamber Carvalho, de representantes da Guarda Marítima das cidades de Arraial do Cabo e Cabo Frio.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.