Assine Já
segunda, 16 de dezembro de 2019
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
concurso

Brilho, salto alto, batom e performance farão parte do Primeiro Concurso Gay da Região dos Lagos

Evento será neste domingo, às 19h, no Teatro Átila Costa, em São Pedro

01 agosto 2014 - 16h42Por Rosana Rodrigues

Uma dose de brilho extra estará presente no palco do Teatro Municipal Átila Costa, em São Pedro da Aldeia, a partir das 19h deste domingo (3). Também haverá muito salto alto, figurinos bem cuidados e performances de tirar o fôlego. Envolvido num clima de glamour, o Primeiro Concurso Gay da Região dos Lagos será um marco contra a homofobia dentro da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) das nove cidades que marcarão presença no evento.

De acordo com um dos organizadores do evento Víctor Jotha, presidente do Grupo Aldeia Diversidade, o título de beleza vai revelar, entre as participantes, a mais bela transformista da região, que ganhará uma vaga para disputar o concurso em nível nacional.

O sonho do grupo é muito antigo, no entanto, o investimento é muito caro, segundo o presidente do grupo, criado há seis anos.

- Conseguimos um diretor artístico, o Cristiano Antunes, que se comprometeu em realizar o evento e buscar patrocínio. A ideia é trazer um marco para a região e visibilidade para os artistas locais. Como o Grupo Aldeia Diversidade é o organizador e sediado em São Pedro, optamos por realizar o concurso aqui – ressaltou Jotha.

Um dos objetivos do evento é valorizar os artistas locais, pois segundo Jotha, o concurso também ocorre em nível internacional e para o público LGBT, um dos pontos mais importantes destes acontecimentos é a defesa dos direitos dos gays, a fim de ganhar visibilidade e espaço na sociedade civil.

- Acreditamos que será uma noite muito agradável e uma excelente oportunidade para as pessoas entenderem que o concurso funciona como uma forma de aumentar a auto-estima dos que participam de grupos LGBT. O gay que se ama tem mais forças de enfrentar toda a adversidade e homofobia que são impostas pela sociedade. Com isso, o público gay deixa evita situações de riscos e busca um lugar de destaque onde vive – ressaltou o organizador. 

Para ele, não há como criar um grupo e de imediato instalar uma parada gay. Há necessidade de realizar vários trabalhos de conscientização e eventos regionais para fortalecer o público.  Sem contar com as diversas ações sociais e prestação de serviços à comunidade carente onde atua.

As categorias que serão julgadas são: simpatia, beleza, elegância, carisma e passarela e os trajes analisados pelos jurados são o preto e o de gala.  Na programação do evento estão previstas as performances das drag queens Alexia Summers, Grabriella Brocchi, Tyffany Summers, Monyca Medelin, Mikaella Paris Summers, entre outras.

O valor do ingresso será R$ 20,00, que pode sofrer alteração no dia do evento. O concurso tem o apoio da Prefeitura de São Pedro da Aldeia e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Superintendência de Direitos Individuais.

As participantes são: Giselly La Close (Saquarema); Dayphel Tollend (Araruama); Melisse Ashiley (Arraial do Cabo); Wendy Wolker (Cabo Frio); Angelick Vegas (Macaé); Iris Brocchi (Rio das Ostras), Samantha Luvis (São Pedro da Aldeia); Rafaelly Slin (Búzios) e Amanda Midori Luvison (Iguaba Grande)