Assine Já
domingo, 26 de setembro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
concurso

Brilho, salto alto, batom e performance farão parte do Primeiro Concurso Gay da Região dos Lagos

Evento será neste domingo, às 19h, no Teatro Átila Costa, em São Pedro

01 agosto 2014 - 16h42Por Rosana Rodrigues

Uma dose de brilho extra estará presente no palco do Teatro Municipal Átila Costa, em São Pedro da Aldeia, a partir das 19h deste domingo (3). Também haverá muito salto alto, figurinos bem cuidados e performances de tirar o fôlego. Envolvido num clima de glamour, o Primeiro Concurso Gay da Região dos Lagos será um marco contra a homofobia dentro da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) das nove cidades que marcarão presença no evento.

De acordo com um dos organizadores do evento Víctor Jotha, presidente do Grupo Aldeia Diversidade, o título de beleza vai revelar, entre as participantes, a mais bela transformista da região, que ganhará uma vaga para disputar o concurso em nível nacional.

O sonho do grupo é muito antigo, no entanto, o investimento é muito caro, segundo o presidente do grupo, criado há seis anos.

- Conseguimos um diretor artístico, o Cristiano Antunes, que se comprometeu em realizar o evento e buscar patrocínio. A ideia é trazer um marco para a região e visibilidade para os artistas locais. Como o Grupo Aldeia Diversidade é o organizador e sediado em São Pedro, optamos por realizar o concurso aqui – ressaltou Jotha.

Um dos objetivos do evento é valorizar os artistas locais, pois segundo Jotha, o concurso também ocorre em nível internacional e para o público LGBT, um dos pontos mais importantes destes acontecimentos é a defesa dos direitos dos gays, a fim de ganhar visibilidade e espaço na sociedade civil.

- Acreditamos que será uma noite muito agradável e uma excelente oportunidade para as pessoas entenderem que o concurso funciona como uma forma de aumentar a auto-estima dos que participam de grupos LGBT. O gay que se ama tem mais forças de enfrentar toda a adversidade e homofobia que são impostas pela sociedade. Com isso, o público gay deixa evita situações de riscos e busca um lugar de destaque onde vive – ressaltou o organizador. 

Para ele, não há como criar um grupo e de imediato instalar uma parada gay. Há necessidade de realizar vários trabalhos de conscientização e eventos regionais para fortalecer o público.  Sem contar com as diversas ações sociais e prestação de serviços à comunidade carente onde atua.

As categorias que serão julgadas são: simpatia, beleza, elegância, carisma e passarela e os trajes analisados pelos jurados são o preto e o de gala.  Na programação do evento estão previstas as performances das drag queens Alexia Summers, Grabriella Brocchi, Tyffany Summers, Monyca Medelin, Mikaella Paris Summers, entre outras.

O valor do ingresso será R$ 20,00, que pode sofrer alteração no dia do evento. O concurso tem o apoio da Prefeitura de São Pedro da Aldeia e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Superintendência de Direitos Individuais.

As participantes são: Giselly La Close (Saquarema); Dayphel Tollend (Araruama); Melisse Ashiley (Arraial do Cabo); Wendy Wolker (Cabo Frio); Angelick Vegas (Macaé); Iris Brocchi (Rio das Ostras), Samantha Luvis (São Pedro da Aldeia); Rafaelly Slin (Búzios) e Amanda Midori Luvison (Iguaba Grande)