Assine Já
domingo, 05 de julho de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
vinicius

Vinícius Bonemer passa por teste de alcoolemia após acidente

Polícia Civil aguarda resultado do exame e ouvir mais pessoas para concluir investigação

04 janeiro 2017 - 16h25
Vinícius Bonemer passa por teste de alcoolemia após acidente

O filho dos jornalistas William Bonner e Fátima Bernardes, Vinícius Bonemer, fez o teste de alcoolemia após ter se acidentado na Rodovia Amaral Peixoto, na altura de Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio. A Polícia Civil divulgou nota dizendo que Vinícius forneceu amostra de sangue para realização de exame de alcoolemia, o qual a delegacia aguarda resultado.

Vinícius, que dirigia um golf, permaneceu por todo o dia no hospital recebendo cuidados médicos e foi ouvido na delegacia após receber alta médica. Ele relatou à Polícia Civil que estava retornando de Búzios, seguindo para o Rio de Janeiro, sendo que, por volta das 7h30, quando foi atravessar o cruzamento no trevo de Búzios, avistou um caminhão que seguia aparentemente em baixa velocidade na rodovia. O motorista pensou que o caminhão teria lhe dado passagem e foi atingido.

Confira nota na íntegra:

De acordo com informações da 126ª Delegacia de Polícia - Cabo Frio, nesta terça-feira, dia 03 de janeiro, por volta das 16 horas, policiais militares compareceram à delegacia e apresentaram ocorrência sobre o acidente de trânsito ocorrido na rodovia Amaral Peixoto, próximo à cidade, envolvendo três veículos - um caminhão, um golf e um evoque.

Conforme relatos dos policiais militares, o acidente teria ocorrido na manhã de ontem. Eles foram acionados e compareceram ao local. Os ocupantes do veículo golf, dentre eles o motorista que seria filho de dois jornalistas, foram socorridos inicialmente para a UPA e, em seguida, encaminhados para um hospital particular. Os ocupantes dos outros dois veículos não teriam se lesionado e foram conduzidos para o posto da Polícia Rodoviária Estadual em São Pedro da Aldeia para a confecção do BRAT. Após a confecção do documento, os policiais militares foram comunicar os fatos à Delegacia.

Equipe da delegacia se deslocou até o hospital. De acordo com o boletim de atendimento médico, o motorista do golf deu entrada no hospital lúcido. Foi informado à equipe policial que o próprio motorista forneceu amostra de sangue para realização de exame de alcoolemia, o qual a delegacia aguarda resultado.

O motorista do golf permaneceu por todo o dia no hospital recebendo cuidados médicos e foi ouvido em delegacia por volta das 22 horas, após receber alta médica.

O referido motorista relatou à Polícia Civil que estava retornando de Búzios, seguindo para o Rio de Janeiro, sendo que, por volta das 7h30, quando foi atravessar o cruzamento no trevo de Búzios, avistou um caminhão que seguia aparentemente em baixa velocidade na rodovia e ele entendeu que este havia lhe dado passagem e, por isso, iniciou a manobra de travessia. Logo depois, o motorista relatou ter sentido o choque da colisão entre seu veículo e a caminhão. Devido à colisão, seu veículo golf rodou na pista atingindo um terceiro veículo, o evoque. Ele e os dois amigos que ocupavam o veículo foram socorridos, encaminhados para atendimento médico. Um dos ocupantes do veículo, segundo o referido motorista, foi encaminhado a hospital no Rio de Janeiro e seu estado de saúde seria estável. O referido motorista (golf) estava com a permissão de dirigir vencida, contudo, dentro do prazo de 30 dias o qual a legislação de trânsito brasileira prevê a possibilidade de renovação sem incidência de multa.

Os condutores dos demais veículos foram ouvidos e também narraram a dinâmica do acidente. Relataram ainda que o motorista do golf não apresentava sinais clássicos de embriaguez.

Um procedimento foi instaurado e a investigação está em andamento. A Polícia Civil vai ouvir outras pessoas, visando apurar a responsabilidade no acidente, bem como a comunicação tardia do fato feita à delegacia".