Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
viajante

Viajante inicia em Cabo Frio volta ao mundo

Família do interior de São Paulo está hospedada na cidade para rodar continentes em motorhome

17 agosto 2017 - 11h04
Viajante inicia em Cabo Frio volta ao mundo

Após rodar a América Latina duas vezes sobre uma moto, com a esposa na garupa, Rodrigo Nunes está sedento pelo novo desafio. O viajante coloca a família dentro de um motorhome e escolhe Cabo Frio como ponto de partida para a jornada que percorrerá o mundo, viagem que deve demorar cerca de cinco anos. Os aventureiros de São Roque (interior de São Paulo) – atualmente instalados em um camping no Jacaré – dão a largada na próxima segunda-feira.

– Queríamos fugir do frio. Nossa cidade tem mil metros de altitude. É de região serrana. Já visitamos a Praia do Forte e é linda, principalmente para quem está acostumado com as praias do sul de São Paulo (risos). As crianças pedem toda hora para voltar para a praia. Ah, o povo daqui é muito receptivo. Para se ter ideia, um amigo tinha arrumado um local para botar o ônibus. Quando chegamos, percebemos que não cabia. Na mesma hora esse amigo arranjou outro lugar – refere-se ao Bosque Clube Camping, que oferece hospedagem para a família. 

Nessa aventura, Rodrigo está acompanhado pela esposa Andreia Razze, 40, e pelos filhos Lucas Razze, 17, Mariane Razze, 7, e Laura Razze, 5. O casal trocou uma casa herdada por Andreia pelo motorhome. A ideia da volta ao mundo surgiu durante a segunda viagem de Rodrigo pela América, em 2007 – a primeira do motociclista tinha sido dois anos antes. Nas jornadas, o mochileiro sobrevive da venda de livros e dos cursos prestados no site www.mundoemfamilia.com. Quem quiser comprar as obras poderá ligar para (11) 996265623. 

– Não quero dar coisas para o meu filho. Quero dar o mundo. Minhas filhas menores estão ganhando noção do que é um país, um estado, uma cidade, um bairro. Muita coisa que estudei na escola jamais lembrarei, mas tudo que vi no mundo ficou guardado. São essas experiências que quero passar aos meus filhos – comenta.

Mas até que essa viagem é confortável comparada às outras. 

– É um conforto exclusivo. Os meus filhos vão dormindo na cama, jogando video game. Ganhamos em conforto com o ônibus, mas reduzimos a mobilidade. Com a moto, conseguíamos dormir em qualquer lugar. Parar em um posto de gasolina era estar em casa – confessa ele, que também dormiu em quartéis de bombeiros e casas de estranhos. 

E os ‘apertos’ são narrados sempre com bom humor. 

– Passei nove dias no pé de um timoneiro. Peguei carona em um navio de carga. Saí de Guariaquil (EQU) e cheguei ao arquipélago de Galápagos. Ofereceram para ficar na rede lá na frente do navio. Só que chacoalhava tanto que quase batia no teto. Mas depois ganhei um cruzeiro para viajar por todas as ilhas do arquipélago com café da manhã, almoço e janta pagos – relembra.

Palestra - Quem quiser conhecer mais as experiências de Rodrigo Nunes poderá participar de palestra gratuita nesta sexta-feira, na Folha, às 18h. O evento será no auditório do jornal, na Rua Francisco Mendes 226, no Centro de Cabo Frio.