Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
celso campista

Vereador propõe lei que isenta as placas de Cabo Frio de taxa

PL segue exemplo de vizinhos como Arraial do Cabo e Búzios

30 abril 2016 - 10h34

Quem estacionar com a placa de Cabo Frio não precisará pagar uma taxa a partir de agora. O motorista poderá reclamar se o azulzinho fizer qualquer cobrança. A Lei Campista Nº 2.811 é válida para todo a cidade e também reforça a necessidade de carros prestadores de serviços da Prefeituras terem placas do município. A lei municipal é de autoria do vereador Celso Campista (PDT) e já foi aprovada pela Câmara em votação.

– Esse estacionamento gratuito só não pode ser em área particular. Mas, para as vias públicas, para o Centro ou para toda área municipal, a lei está valendo. Ninguém pode cobrar nada. Em Arraial do Cabo funciona assim. Em Búzios também. No caso de Cabo Frio, as pessoas pessoas envolvidas na questão política querem que o povo pague tudo. O morador não tem privilégio nenhum – alegou Campista.

O morador não tem mais obrigação nenhuma em pagar a taxa e pode até chamar a polícia em caso de cobrança.

– O morador que se sentir lesado poderá chamar a polícia. As leis precisam ser respeitadas. O autor da cobrança pode até ser levado preso caso insista demais. Essa é publicada no Diário Oficial e não há mais razões para o cidadão ser cobrado – afirma.

De acordo com a Lei 2.811, qualquer carro prestador de serviço da Prefeitura sem placa de Cabo Frio poderá ser apreendido.

– Qualquer veículo prestador de serviço do município tem que ser do município. A punição é apreensão do veículo. Como um carro da pode prestar um serviço se o veículo não é da cidade? Isso também tem que mudar.

O vereador também argumentou que a lei é um incentivo para quem quer morar em Cabo Frio.

– Na hora em que o cara estacionar, o cidadão de Cabo Frio que não tem que pagar, terá um incentivo. A Prefeitura não pode fazer essa cobrança. Ou seja, uma empresa precisa ser contratada para prestar esses serviços. Nos três anos de mandato, essa empresa não provou para mim onde essa cobrança é aplicada. Não vi o repasse em benefício ao povo. O município tem uma receita milionária. Muitos gostariam de ter essa receita. Só povo que paga tudo isso. E a gente cria mais e mais impostos para a população pagar – diz.

*Leia a matéria completa na edição impressa da Folha deste fim de semana.