Assine Já
quarta, 20 de outubro de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
bacia de campos

Vazamento de óleo na Bacia de Campos deixa região de sobreaviso

Mancha no mar não teria relação com problema ambiental ocorrido no litoral do Nordeste 

10 outubro 2019 - 21h44
Vazamento de óleo na Bacia de Campos deixa região de sobreaviso

ATUALIZADA | 11/10 ÀS 11H58

A notícia de que uma grande mancha de óleo no mar se aproximaria do litoral da região gerou preocupação nos prefeitos e autoridades que participavam, ontem, da reunião com o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), para tratar de uma possível mudança na partilha dos royalties do petróleo, no mês que vem, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a reportagem apurou de uma fonte da Petrobras em Cabo Frio, a mancha não teria a ver com a que se encontra na costa da Região Nordeste, mas é, sim, proveniente de um vazamento na plataforma PCH1, ao norte da Bacia de Campos, na manhã de anteontem. De acordo com informações preliminares, apesar do alarde entre os prefeitos e representantes da Organização dos Municípios de Petróleo (Ompetro), não haveria risco da chegada do rastro de óleo ás praia da região. 

Na manhã desta sexta (11), a Petrobras enviou a seguinte nota à redação da Folha:

"A Petrobras informa que, no dia 09/10, identificou vazamento de óleo próximo à plataforma Cherne 1 (PCH-1), no campo de Cherne, na Bacia de Campos, localizado a cerca de 80 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro. Imediatamente, a companhia enviou ao local embarcações de combate e aeronaves para sobrevoos de monitoramento. A origem foi identificada e eliminada na manhã deste mesmo dia. O volume de óleo estimado é de 3 m3. Os órgãos reguladores foram devidamente informados".

A apreensão, principalmente em relação a Cabo Frio, Búzios, e, principalmente Arraial do Cabo, tem razão de ser, uma vez que em abril deste ano, manchas de óleo apareceram nas praias dos três municípios.

Como medida compensatória firmada com a interlocução do Ministério Público, a estatal promoveu recentemente um treinamento para atuação em caso de desastres ambientais. Além disso, foram doados equipamentos e veículos marinhos para as três prefeituras. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.