Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Vacinação

Vacinação é retomada em Cabo Frio

Governo do Estado envia mais de 25 mil doses da vacina

29 março 2017 - 07h58
Vacinação é retomada em Cabo Frio

Mais 25 mil doses de vacinas contra a febre amarela foram enviadas para Cabo Frio pelo Governo do Estado. Inicialmente as vacinas estariam disponíveis hoje a partir das 9h. Mas no início da noite desta terça-feira, a prefeitura informou que houve atraso no repasse e que a vacinação seria retomada na tarde desta quarta-feira (29), a partir das 14h. Mais de 30% dos munícipes fo­ram imunizados até agora. Com o novo lote de vacinas, o município atingirá um total de 90 mil doses.

O secretário de Saúde, Rober­to Pillar, reuniu-se com represen­tantes do Departamento de Saúde Coletiva e coordenadores dos postos de saúde para traçarem as estratégias de imunização.

– O Estado seguirá enviando doses até que toda a população possa se vacinar. Por isso, não há motivo para ter pressa – frisou o secretário, lembrando ainda que o município não tem nenhum caso confirmado da doença.

As unidades onde a popula­ção encontra a vacina na área ru­ral são: PS Angelim, PSF Araçá, PS Botafogo, PSF São Jacinto, PSF Florestinha, PSF Nova Ca­lifórnia, e PSF Maria Joaquina.

Já na área urbana a vacina­ção vai estar disponível nos se­guintes postos: Centro de Saúde Oswaldo Cruz, Hospital Mu­nicipal Otime Cardoso (Jardim Esperança), ESF Vila Nova, ESF Caiçara, ESF Parque Burle, ESF Guarani, ESF Jardim Náutilos, ESF Praia do Siqueira, ESF Ita­juru, ESF Gamboa, ESF Jacaré, ESF Monte Alegre, ESF Boca do Mato, ESF Tangará, ESF Cami­nho de Buzios, UBS Peró e ESF Cajueiro, PAM de Santo Antô­nio, Posto de Saúde de Unamar

Para maiores de idade é ne­cessário apresentar documento de identificação e para menores, a caderneta de vacinação. Para aqueles que têm restrições, apre­sentar a prescrição médica.

Restrições – Pessoas porta­doras de HIV/AIDS, com cân­cer, gestantes ou mulheres que estão amamentando, com hi­pertensão arterial sem controle adequado e com diabetes des­controlada, pessoas com aler­gia a ovo, acima de 60 anos ou com doenças do fígado. Quem faz uso crônico de corticdes só pode ser vacinado com avalia­ção médica.

Rio precisará de 9 milhões de doses

A Secretaria de Saúde do Es­tado do Rio de Janeiro informou que serão necessárias entre 8 e 9 milhões de doses da vacina con­tra a febre amarela para atender toda a população do estado até o fim do ano, respeitando as con­traindicações. O fornecimento de mais doses vem sendo discu­tido em reuniões técnicas com entre a secretaria e o Ministério da Saúde, observando o crono­grama de produção dos insumos pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Mangui­nhos), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Maior fabricante de vacinas do país, a instituição já opera com sua capacidade máxima e está produzindo cerca de 9 mi­lhões de doses por mês, que são distribuídas para todo o Brasil.

De janeiro até anteontem, cer­ca de 3,1 milhões de doses de vacina contra febre amarela fo­ram distribuídas em todo o esta­do. Estima-se que cerca de 80% das doses distribuídas foram usadas pelas secretarias muni­cipais de Saúde. Segundo a se­cretaria estadual, a distribuição segue critérios técnicos, como população elegível de cada mu­nicípio, localização geográfica e cenário epidemiológico, como a proximidade com Minas Gerais e Espírito Santo, onde há surto da doença.

A Secretaria Estadual de Saú­de confirma, até o momento, seis casos da doença, com uma morte, em Casimiro de Abreu, na baixa­da litorânea, e um caso em São Fi­delis, noroeste fluminense.