terça, 23 de abril de 2024
terça, 23 de abril de 2024
Cabo Frio
27°C
Park Lagos Super banner
Park Lagos beer fest
uva

UVA colabora com pesquisa internacional

Projeto diz respeito à marcação de peixes no litoral do Rio

02 agosto 2016 - 19h28
UVA colabora com pesquisa internacional

 A Universidade Veiga de Almeida (UVA), por meio Grupo de Estudos da Pesca, instalado no campus Cabo Frio, integra um grupo de esforço cooperativo formado por instituições do Brasil, Uruguai, França e EUA para realizar a marcação de atuns tropicais no sudoeste do Oceano Atlântico. A demanda faz parte de um programa da ICCAT (Comissão Internacional para a Conservação do Atum Atlântico) e tem como objetivo garantir a gestão sustentável dos estoques pesqueiros, contribuindo para a segurança alimentar e desenvolvimento econômico das regiões costeiras.
O professor Eduardo Pimenta, coordenador do GEPesca, estará à frente dos trabalhos no litoral fluminense. Ele explica que o objetivo do projeto é fazer as marcações para diversos estudos, como de rota migratória, por exemplo. A meta é atingir, no decorrer do próximo ano, 13 mil exemplares de atuns e espécies afins na costa brasileira, com etiquetas convencionais e eletrônicas. No Rio, serão realizados cruzeiros de pesquisa para lançar duas mil marcas convencionais e oito eletrônicas. Serão marcados exemplares de bigeye (Thunnus obesus), yellowfin (Thunnus albacares) e skipjack (Katsuwonus pelamis).

Os trabalhos em águas brasileiras serão geridos pela Fundação Apolônio Sales de Desenvolvimento Educacional, com a coordenação científica do professor doutor Fábio Hissa Vieira Hazin. Além do Rio de Janeiro, a marcação dos peixes ocorrerá em Areia Branca (RN), Arquipélagos São Pedro e São Paulo e Fernando de Noronha (PE) e Itajaí (SC). Também serão marcados exemplares na costa uruguaia.