Assine Já
segunda, 18 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
CABO FRIO 404 ANOS

Uma declaração de amor a Cabo Frio

Personalidades falam sobre a cidade no aniversário de 404 anos de fundação

12 novembro 2019 - 19h45Por Tomás Baggio

Uma cidade de importância histórica e belezas naturais exuberantes. Conhecida no Brasil e no mundo como destino turístico. Lar para mais de 200 mil pessoas e considerada a capital da Região dos Lagos. Não faltam palavras para exaltar Cabo Frio na data em que o município celebra 404 anos de fundação, nada mais, nada menos, do que a sétima cidade do Brasil.

A Folha recorreu a personalidades e figuras intimamente ligadas ao município para transmitir, em palavras, sentimentos que, muitas vezes, são indescritíveis. Como falar sobre o amor por um lugar tão incrível? 

O engenheiro Ricardo Azevedo, o Cacá, fica até sem palavras, principalmente por estar sendo agraciado, neste ano, com a medalha Major Belegard, a maior honraria que um cabofriense pode receber de sua cidade natal

– Se eu tenho uma paixão nessa vida... eu posso ter muitos amores, como a família, mas minha grande paixão é Cabo Frio. Sempre foi e sempre será. Ainda mais com uma homenagem como essa. Não sei se mereço. Só sei que essa honraria me obriga a fazer sempre mais pela cidade – resume ele, que já ocupou cargos na administração pública municipal e atualmente é gestor na Prolagos, concessionária de distribuição de água e tratamento de esgoto na região.

Para ele, que estudou e trabalhou em outras cidades e voltou para Cabo Frio, é como se a cidade tivesse um ímã que atrai as pessoas de volta.

– Estudei e trabalhei por muito tempo fora daqui. Mas parece que esse sal tem algum ímã que nos traz de volta. A maioria dos cabofrienses sempre volta. Meu compromisso com Cabo Frio é, dentro de tudo o que eu puder, deixar uma cidade melhor para mim mesmo, para os meus filhos, netos e todos que moram nela – afirma ainda Cacá Azevedo.

Outra personalidade homenageada neste aniversário é a jornalista Fernanda Carriço. A homenagem concedida pela Câmara foi a medalha Victorino Carriço, o poeta autor do hino da cidade, avô de Fernanda. Para ela, um momento muito emocionante.

– Eu nasci em Cabo Frio e fui criada em Arraial. Nutro por estas duas cidades o sentimento de pertencimento. Cresci vendo o amor que meu avô tinha por Cabo Frio e, acho que por osmose, também passei a ter. Aqui vivi momentos históricos da minha vida, como o do movimento estudantil dos anos 1990 e o início da profissão de jornalista. Anos e anos passei longe e, quando voltei, mesmo com a cidade completamente diferente, ainda assim me senti em casa e acolhida. Cabo Frio, minha terra amada. Cidade com tantos encantos, recantos e poesia por toda a parte. Claro que os problemas estão aí, econômicos ou políticos. Mas a cidade em si merece todo reconhecimento e carinho por parte dos seus moradores e visitantes. E como diria meu avô Victorino Carriço, “... o seu povo se orgulha tanto, que de ti esquecerás jamais”. Cabo Frio merece respeito – declara Fernanda.

Esse ir e vir também fez parte da vida do arquiteto Sérgio Nogueira, que, ao voltar para a cidade, há 12 anos atrás, conseguiu “redescobrir Cabo Frio na sua essência”, como ele mesmo define

– Há 12 anos atrás, consegui redescobrir Cabo Frio na sua essência. Redescobri o mar de Cabo Frio. Com a canoa havaiana voltei a curtir a cada dia o que tinha perdido quando abandonei o surfe. Cabo Frio, um cabo mar adentro, como não estar nesse mar? Mas a cidade... sou essa cidade como sou Arraial. Sou dessa região, apesar de não ter nascido aqui, mas aqui é que vivo e construí a minha vida, a minha família, os meus filhos. Cabo Frio, que jogou fora muito do seu patrimônio histórico, precisa resgatar o que ainda resta, e olhar para o seu futuro, que corre perigo, porque os que nela vivem precisam abraçá-la nos seu clamores, para alcançar a dignidade e estatura que ela merece – afirma Sérgio.

Para Simone Silva, vencedora do quadro Jogo de Panelas, da TV Globo, Cabo Frio é uma cidade única.

– É a melhor cidade que existe no mundo. Nunca em  sair da minha cidade para morar em outro lugar. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.