Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 304 Confirmados: 3297 Óbitos: 192
Suspeitos: 304 Confirmados: 3297 Óbitos: 192
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
aposentada

Dona Matilde: um exemplo de cidadania

Conheça a história da aposentada que limpa a areia da Praia do Forte diariamente por conta própria 

04 outubro 2015 - 18h00

O dia nublado exibia um céu carregado de nuvens que ameaçavam se debulhar em lágrimas a qualquer momento. Mas o clima ameno da primavera era a desculpa usada por todos que curtiam a Praia do Forte naquela manhã de 1° de outubro. E, num cenário tão belo,  mais bela ainda era aquela senhora envolta numa luz diferente. Sem medo de chuva, determinada e focada no trabalho que realiza todos os dias, a carioca Matilde Bertoni, aos 70 anos, é exemplo de cidadania na cidade que ela escolheu para viver. Com várias sacolas nas mãos, ela recolhe, voluntariamente, o  micro lixo da Praia do Forte, trabalho que faz por amor à natureza e que chama a atenção de quem frequenta a praia.  Na Semana Nacional do Idoso, a reportagem da Folha destaca um exemplo que todos deveriam seguir. Afinal, quem é dona Matilde?
Folha - Por que a senhora escolheu Cabo Frio?
Matilde - Sou do Rio de Janeiro. Vim passar um fim de semana no Lido há muitos anos e achei maravilhoso. Sou praiana, adoro essa praia aqui. A Praia do Forte é tudo de bom.
Folha - Há quanto tempo que a senhora vem limpar a praia?
Matilde - Venho limpar pela manhã. Não tenho o que fazer e me imponho tarefas. Quero chegar aqui e ir até lá, quero limpar até ali, até lá, entendeu? Coloco metas e saio limpando.
Folha - Há quantos anos faz isso?
Matilde - Faço isso aqui na praia do forte há 3 anos, praticamente todo dia. Sábado e domingo não venho, o pessoal tá por aí, então é antiproducente. 
Folha - O que motiva a estar aqui todos os dias? O lixo não é de cada um?
Matilde - O que me motiva estar aqui é a praia. Se fossem conscientes  eu estaria nesse mar maravilhoso e não trabalhando. 

*Confira a entrevista completa na edição deste fim de semana