Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Um drama debaixo d’água

Um drama debaixo d’água

Abertura de represa após temporal inunda fazendas na zona rural de Cabo Frio

11 março 2016 - 10h07
Um drama debaixo d’água

Diversas propriedades foram inundadas depois que as comportas foram abertas – Foto: Do Leitor

 

A forte tempestade que desabou sobre várias regiões do estado ainda não acabou na zona rural de Cabo Frio. Seus efeitos ainda podem ser sentidos em várias propriedades que ficam às margens do rio São João e da lagoa de Juturnaíba. Com o aumento do nível da represa que abastece diversas cidades como Araruama e Silva Jardim, muito atingidas pelo temporal, as comportas foram abertas para evitar que a água transbordasse. No entanto, como efeito colateral, grandes extensões de terra, muitas usadas para criação de gado e cultivo de cana-de-açúcar, foram inundadas.

Com a estiagem, o nível da água começou a baixar, mas os proprietários rurais contabilizam os prejuízos. Eles já se movimentam para cobrar a reparação na Justiça. De acordo com uma leitora que não quis se identificar, lamentou a situação.

– A água invadiu várias propriedades e causou um prejuízo milionário, pois nessas áreas tem plantação de cana, criação de gado. Por conta do calor, a água até está baixando, mas ainda tem muita. Resolveram o problema de Silva Jardim, escoando a água, mas criaram outro aqui – desabafou a moradora.

*Leia matéria completa na edição impressa da Folha dos Lagos desta sexta-feira (11).