Assine Já
segunda, 06 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
trt

TRT faz paralisação de dois dias

Servidores da Justiça do Trabalho vão aderir à paralisação nacional

02 junho 2015 - 08h55
TRT faz paralisação de dois dias

Rodrigo Branco

A maior parte dos servidores do Tribunal Regional do Trabalho de Cabo Frio paralisará suas atividades hoje e amanhã para reivindicar reposição salarial com base nas perdas da inflação, referentes aos últimos nove anos.

O movimento dos funcionários da secção cabofriense do Trbunal acontece simultaneamente à paralisação nacional, que envolverá mais de cem mil servidores das Justiças Eleitoral, Federal e do Trabalho em todo o Brasil.

Segundo o movimento, liderado pelo Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe), o índice acumulado das perdas inflacionárias a partir de 2006, foi de quase 70%, ao pasos que a reposição salarial foi de apenas 15,8% no mesmo período.

Segundo o analista judiciário Marcelo Oliveira, a adesão ao movimento em Cabo Frio é total, à exceção de uma parcela mínima de funcionários que continuarão trabalhando, conforme previsto em lei.

– Sim. Na verdade, a adesão é de 100% em Cabo Frio. Quero dizer: mesmo os 30% estão ade rindo ao movimento, mas estarão cumprindo a exigência legal de 30% de plantão. Em relação as negociações, o projeto de lei que repõe as perdas ficou muitos anos parado no Congresso. Esse ano avançou na Câmara e está pronto para o Senado votar – explicou.

Marcelo se refere ao Projeto de Lei Complementar (PLC) 28/2015, que tramita no Congresso desde 2009. A matéria propõe a reposição das perdas salariais em seis parcelas semestrais, entre 2015 e 2017.

Em nota, a categoria confirmou que o atendimento ao público continuará sendo feito nos próximos dois dias, mesmo com o contingente reduzido em 70%. Desta forma, serão mantidas as atividades urgentes e essenciais, bem como o atendimento aos advogados e aos cidadãos em geral.

Na última quarta-feira, os servidores do TRT de Cabo Frio já tinham feito uma paralisação de duas horas, no início da tarde, para protestar e pedir a aprovação do PLC. No entanto, além da boa vontade dos senadores, a categoria precisa negociar com a equipe econômica do Governo e com a cúpula do Supremo Tribunal Federal, presidido pelo ministro Ricardo Lewandowski.