Assine Já
quinta, 24 de setembro de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7942 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1581 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 231 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 649 36
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
​Três são presos em Cabo Frio por furto de energia

​Três são presos em Cabo Frio por furto de energia

Operação constata irregularidades em comércios e uma residência

03 maio 2016 - 09h32

Três pessoas foram presas por furto de energia em Cabo Frio no último fim de semana. As prisões foram resultado de uma operação da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), feita em parceria com a Ampla para investigar denúncias de consumo irregular de luz. Durante a fiscalização, técnicos da empresa e peritos da Polícia Civil constataram irregularidades na medição de energia em dois estabelecimentos comerciais e em uma residência localizados nos bairros Vila Nova e Marlin, respectivamente.

Em 2015, a Ampla registrou 146 prisões por furto de energia nas 66 cidades atendidas pela distribuidora. Em 2016, até o final de abril, já foram registradas 37 prisões na área de concessão. De acordo com a empresa, além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, os chamados “gatos de luz” afetam a qualidade do serviço prestado pela distribuidora. Um dos perigos deste tipo de ligação clandestina é o risco que oferece à população e, especialmente, às pessoas que manipulam a rede elétrica. A concessionária informou ainda que as ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, o que pode gerar interrupção no fornecimento de energia.

Esta é a segunda vez que ao menos uma pessoa é presa na área central da cidade por furto de energia. Em julho do ano passado, um homem foi preso no Ville Blanche também por conta de furto de energia. Em setembro foi a vez de pelo menos seis pessoas serem detidas em Araruama pelo mesmo tipo de crime: furto de energia. Na ocasião, o uso irregular foi constatado em duas residências em quatro estabelecimentos comerciais, sendo um deles uma borracharia e um supermercado.

Campanha – Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, além destas operações, a Ampla realiza diversos projetos sociais em comunidades. O objetivo é disseminar informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda, além de revisão gratuita de instalações elétricas para consumidores com menor poder aquisitivo. Clientes que quiserem denunciar o furto de energia podem fazê-lo pela internet através do site da empresa ou das redes sociais.