Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8382 Óbitos: 435
Confirmados Óbitos
Araruama 1653 103
Armação dos Búzios 495 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2765 149
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
escolas

Escolas e posto de saúde não funcionam durante a manhã no Jacaré

Motivo seria a morte homem considerado o chefe do tráfico na comunidade

19 novembro 2014 - 14h25

Devido a morte de um homem que, segundo a polícia, é considerado o chefe do tráfico na comunidade do Jacaré, em Cabo Frio, no fim da noite de terça-feira (18), três escolas municipais não funcionaram na manhã desta quarta-feira (19) De acordo com a assessoria da Secretaria de Educação, alunos das Escola do Pomar, Escola Profesora Lerinéia Figueiredo e Professora Maria Amalia dos Santos Silveira, ficaram sem aula. O posto de saúde e o Centro Regional de Assistência Social (Cras) do bairro também não abriram suas portas. A Polícia Militar reforçou o policiamento na manhã desta quarta (19) por causa da morte de Thiago Alves da Fonseca, de 19 anos, conhecido como Thiago Volt, que seria o gerente do ponto de vendas de tóxicos no local e braço direito de Léo Bomba, que tenta controlar o comércio de drogas.

Thiago Volt foi morto após trocar tiros com policiais do 25º BPM (Cabo Frio). O tiroteio aconteceu na Rua do Pomar II na localidade conhecida como Morro da Torre, para onde os agentes Grupo de Apoio Tático (GAT Alfa/Bravo), formado pelos sargentos Américo, Roberto; cabo Cosmo e soldados Leonard, Street e Jaime, foram acionados após uma denúncia anônima. De acordo com informações recebidas pelo 190, alguns homens pertencentes a facções criminosas estariam armados para disputar o controle de venda de drogas no local.

Ao chegar ao local e realizar uma incursão no morro, a polícia flagrou os dois bandidos armados. Ao verem a equipe se aproximar do ponto em que estavam, os homens disparam contra os PMs. Thiago Volt foi atingido e morreu no local, já o outro homem conseguiu escapar do cerco policial ao se esconder na vegetação local.

Próximo ao corpo de Thiago, a polícia encontrou uma pistola nove milímetros com mira à laser, um carregador e um celular. Na fuga, o outro bandido deixou cair um saco contendo munições, além de uma pistola da marca Taurus calibre 40 milímetros com numeração raspada.