Assine Já
quarta, 04 de agosto de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46659 Óbitos: 1894
Confirmados Óbitos
Araruama 11510 362
Armação dos Búzios 5522 58
Arraial do Cabo 1591 88
Cabo Frio 12723 768
Iguaba Grande 4824 117
São Pedro da Aldeia 6240 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

​Transexual é impedida de usar banheiro feminino da rodoviária de Cabo Frio

Ativistas da causa LGBTI+ querem pedir explicações do comando do Batalhão da Polícia Militar

26 agosto 2019 - 19h49
​Transexual é impedida de usar banheiro feminino da rodoviária de Cabo Frio

Ativistas da causa LGBTI+ (Lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outras identidades de gênero) querem se reunir com o comando do 25º Batalhão da Polícia Militar, por conta de um episódio ocorrido na Rodoviária de Cabo Frio na noite do último sábado. 


Na ocasião, a transexual Danielle Muniz foi impedida de usar o banheiro feminino do terminal   por um policial militar que estava no local. O incidente foi filmado e enviado por WhatsApp para a reportagem da Folha. Os ativistas  querem cobrar explicações para o fato, uma vez que, segundo eles, este tipo de incidente não vinha mais acontecendo.


“Fui obrigada a entrar no banheiro dos homens porque não deixaram entrar no banheriro das mulheres”, diz Danielle no vídeo, no qual ela aparece cumprimentando rapidamente o policial na saída do banheiro. 


Além disso, a recém-criada Superintendência Municipal de Políticas Públicas LGBTI+ entrou em contato com o governo do estado para pedir que sejam tomadas as providências cabíveis.  


Procurada, a Polícia Militar informou por meio da assessoria de imprensa que denúncias desta natureza devem ser feitas nas delegacias, pelo telefone 190 ou pelo Disque-Denúncia através do telefone 2253-1177. No entanto, se o denunciante tiver o nome do policial, a assessoria se coloca à dispisição para entrar em contato com o batalhão para verificar o fato.


Apesar da polêmica que envolve a situação, existe jurisprudência na Justiça brasileira quanto a condenações de empresas que impedem transexuais a usarem banheiros com o gênero que se identificam. Também há um parecer de 2015 da Procuradoria-Geral da República que defende posição neste sentido junto ao STF, onde está um recurso extraordinário.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 29 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições na porta de casa, de terça a sábado. Ligue já: (22) 2644-4698. *Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.