Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7483 Óbitos: 397
Confirmados Óbitos
Araruama 1452 99
Armação dos Búzios 466 10
Arraial do Cabo 201 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 622 34
São Pedro da Aldeia 1153 50
Saquarema 1122 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
taxistas

Taxistas se queixam de ameaça de clandestinos

Presidente do SindTáxi diz que motoristas 'piratas' fazem intimidações

06 maio 2016 - 10h34Por Gabriel Tinoco
Taxistas se queixam de ameaça de clandestinos

Motoristas de praça têm cobrado providências das autoridades quanto aos 'piratas' (Arquivo Pessoal)

Os taxistas permanecem revoltados com as ameaças de trabalhadores clandestinos em Cabo Frio. O presidente do Sinditáxi, Josemario Moreira, o Baiano, compareceu à Câmara Municipal para cobrar dos vereadores ações contra a pirataria.

Ele também já esteve várias vezes na Secretaria de Transporte, mas não obteve resultado com as visitas. Baiano diz que não faltam tentativas para coibir a atuação de motoristas clandestinos.

– Venho cobrando da Secretaria de Transporte, que nunca resolve nada. Dizem por lá que não há efetivo, alegam que não há maneiras de identificar esses carros... Só eles não identificam. Já abri um processo no Ministério Público e também usei a tribuna da Câmara para cobrar os vereadores. Na Câmara, disse que o taxista está lotado de impostos e de taxas, além de fazer cursos profissionalizantes e ter cinco vistorias a cada ano. Ainda temos que passar por isso.

O presidente do Sinditáxi citou casos de ameaças de morte e até de homens armados.

– Na descida para a Gamboa, um desses táxis clandestinos fechou um taxista, sacou a arma e deu dois tiros para o alto. Em outra vez, um taxista arrancou cartões das mãos de um deles lá no ponto ao lado do shopping. O motorista clandestino chamou dois amigos e foi procurar o taxista. Teve uma confusão grande e ameaça de morte – revelou o presidente.

(*) Leia a matéria na íntegra na edição impressa da Folha dos Lagos desta sexta-feira.